Muricy finalmente chega ao Palmeiras

Acabou a novela. Hoje, o novo técnico do Palmeiras, Muricy Ramalho, se apresentou na Academia de futebol, e já teve que encarar uma série de perguntas da imprensa.

O jornalista Luiz Ceará, aquele que conseguiu fazer uma reportagem sobre o Palmeiras sem falar do time, já chegou falando sobre a turma do amendoim e a exigente torcida do Palmeiras (como se o treinador morasse no Alaska e não soubesse nada sobre isso).

O técnico se mostrou pouco preocupado com as cobranças, e disse estar acostumado com isso. “Em todo lugar tem pressão da torcida. Não entendia os chineses quando trabalhei lá, mas sabia que havia pressão pelos gestos e cara feia deles. É assim sempre. A única saída é se dedicar todo dia para ter vitória, pois só isso que convence.”, disse ele.

Para lidar com a desconfiança da torcida, ele promete trabalhar muito. “Todo o lugar que eu vou trabalhar eu conquisto a torcida. Aqui não vai ser diferente. Todo lugar do mundo tem pressão. A palavra mágica do futebol é só uma: é vitória. Torcedor não quer papinho depois do jogo”, afirmou o treinador.

Enfim, confesso que é um tanto estranho ver o home ali naquela cadeira, mas devagar a gente acostuma. Com o Felipão, faz tempo, eu senti a mesma estranheza.

E você, já se acostumou?