Palmeiras acaba sendo o maior prejudicado pela decisão do STJD

Onde não há Justiça de fato, sempre alguém aparece para tomar proveito da situação. No futebol brasileiro, a entidade que se arroga o direito de fazer justiça é o STJD.

No julgamento do recurso sobre os incidentes na partida entre Palmeiras x Flamengo, realizada em Brasília, o tribunal tentou punir as torcidas uniformizadas e poupar os clubes. Na prática, a pena imposta vai punir todos os torcedores palmeirenses que assistem jogos no Gol Norte (inclusive sócios do AVANTI).

 

Não faz nenhum sentido punir milhares de pessoas que jamais pisaram no Mané Garrincha apenas porque torcidas organizadas também ficam naquele setor. É claro que os auditores jamais estiveram no Allianz Parque!

Outra coisa inexplicável é que o Flamengo, clube que era o mandante da partida e responsável pela segurança no Mané Garrincha acabou levando uma punição bem mais branda.

Confira abaixo as penas para os clubes:

FLAMENGO

3 jogos sem torcidas organizadas como mandante e mantém 20% do estádio fechado
Sem torcida em 3 jogos como visitante
R$ 30 mil de multa

PALMEIRAS

5 jogos sem torcidas organizadas e com o Gol Norte vazio
Sem torcida em 5 jogos como visitante
10 jogos como mandante sem referências às organizadas
R$ 60 mil de multa

Deixo aqui as seguintes questões (mas ainda cabem ainda muitas outras):

O relacionamento das diretorias dos clubes com as torcidas foi levado em consideração no “julgamento”?

Algum dos brigões foi punido?

Como vão impedir um palmeirense de ir assistir a um jogo em outro estado? Como identificar um torcedor de qualquer time?

Quem participou da briga em Brasília irá assistir aos próximos jogos de Palmeiras e Flamengo?

 

Enfim, mais uma vez estão tentando decidir o campeonato fora de campo. Lamentável que isso ainda aconteça no futebol brasileiro. Este é um problema de segurança pública e deveria ser resolvido muito longe da Justiça Desportiva.

Futebol é alegria e não tem absolutamente nada a ver com essa barbárie.

Abraço a todos!