Feliz 2014! “Era massaraújo” chega ao fim…

Não será desta vez que Raul Bianchi terá que se acorrentar aos portões da Academia de Futebol.

Sim, o Goleiro Verde prometeu que faria um protesto solitário caso o volante, que disputou incríveis 252 partidas com a camisa do Verdão, tivesse o seu vínculo renovado pela diretoria palmeirense.

Depois de uma longa negociação, o empresário do atleta confirmou ontem que não houve um acordo para um novo contrato. Enfim, Márcio Araújo é apenas mais um que não concordou com o novo modelo de remuneração imposto pelo clube, baseado em ganhos por produtividade.

Desta vez, no entanto o desfecho fracassado da negociação foi visto como um sucesso para boa parte da torcida palmeirense que jamais concordou com a titularidade do volante.

Apesar de ser mal visto entre os torcedores, Márcio Araújo era o “queridinho” de Muricy, Scolari, Kleina e também do grupo de jogadores.

Lembro de ter conversado apenas uma vez com o Márcio, logo quando ele chegou do Atlético-MG, trazido pelo Muricy Ramalho. Ele era de uma timidez incrível e, confesso que jamais imaginava que ele seria titular do Palmeiras, ainda por mais quatro anos!!

Pessoalmente, não tenho e nunca tive nada contra o Márcio Araújo. No entanto, o fato de um jogador limitado como ele ser titular absoluto de um clube como o Palmeiras, mostra que algo está muito errado.

Nem mesmo o baixo nível técnico do futebol brasileiro justifica isso. É preciso que o Palmeiras volte a ser um time de excelência, onde apenas os melhores ocupem posições de destaque, vistam a nossa camisa muitas vezes, sejam ídolos, etc.

Espero que 2014 e o futuro nos reservem uma “era” um pouco melhor.

Abraço a todos!