Manifesto contra o comitê gestor e pró-diretas

Por Flavio Canuto

No final de 2010, apoiamos o manifesto dos ilustres palestrinos Dr.Miguel Nicolelis e do economista Roberto Giannetti da Fonseca, chamado Palmeiras Já.

Na ocasião, a idéia era que o então presidente Belluzzo encaminhasse um requerimento para que a assembléia de sócios do clube decidisse sobre a reforma do estatuto já prevendo a realização de eleições diretas no Palmeiras.

Com apenas uma canetada, Belluzzo acabaria com esse ciclo de incompetência que está minando o clube há décadas.

O então presidente preferiu jogar limpo com gente que não respeita nada, e o troco está a caminho (como bem adiantou o Verdazzo, no início do mês).

Amanhã, o Conselho Deliberativo deve se reunir para votar sobre eleições diretas, e também sobre a criação de um Conselho Gestor para o futebol do Palmeiras.

Acontece que, com a criação do tal Conselho Gestor, o presidente eleito pelos sócios (e sócios-torcedores) não terá poder sobre o que realmente interessa, que é o futebol.

Na prática, isso quer dizer que tudo continuará como está, com os conselheiros cometendo erros e mais erros no departamento de futebol.

Alguns grupos políticos, e até apolíticos, como os Eternos Palestrinos, se manifestaram favoravelmente às eleições diretas, e contra o “golpe” que está sendo engendrado nos bastidores. Confira aqui o texto dos Eternos na íntegra.

Um protesto público, e pacífico, foi marcado através do Facebook, para a frente da Academia de futebol hoje, às 19hs,  com mais de 2000 participantes confirmados.

É o início de uma nova era? Pode ser, depende também de você.

Abraço a todos!