Mala branca: Fernando Prass pode ser punido por declaração

Questionado ontem sobre a famosa “mala branca”, o goleiro Fernando Prass afirmou que já recebeu grana para vencer uma partida.

Não vejo nenhum problema nisso, aposto que você também não, mas o procurador circense Paulo Schimitt, que adora aparecer, não concorda e já disse que irá denunciar o goleiro palmeirense.

Para o procurador do STJD, Prass cometeu uma infração a descumprir o Artigo 238 do CBDJ por “receber ou solicitar, para si ou para outrem, vantagem indevida em razão de cargo ou função, remunerados ou não, em qualquer entidade desportiva ou órgão de JD, para praticar, omitir ou retardar ato de ofício, ou, ainda, para fazê-lo contra disposição expressa de norma desportiva”.

Pode fazer, mas não pode falar que faz, é isso? Neste caso, o gancho vai de 360 a 720 dias.

Duvido que esses palhaços tenham coragem de punir um profissional exemplar como o Fernando Prass por conta de uma declaração como essa.

Já fizeram uma sacanagem com o Valdívia, que afirmou que estava forçando o terceiro cartão amarelo, mas dessa vez seria um pouco demais.

Você acredita numa punição para Prass?

Abraço a todos!