Luxemburgo: hora certa, lugar certo

Pela quarta vez, Vanderlei Luxemburgo assume o comando do Palmeiras. Defendendo nossas cores, o treinador carioca faturou seis títulos importantes. Mesmo assim, há quem só se lembre de sua última passagem, em 2002, quando nos largou após a primeira rodada do Brasileirão daquele ano, no qual fomos rebaixados. Chegam até a culpá-lo pela tragédia. E aí? Quem está com a razão?

Durante pelo menos uns dois anos, estive entre os que execraram o cara. No entanto, nada como o tempo para nos dar uma visão mais abrangente. E a ótima participação na coletiva que o apresentou a imprensa e torcida me ajudou a reforçar ainda mais a opinião que externarei agora: o cara é inocente. Nas duas primeiras vezes que esteve conosco, Luxa teve todo o respaldo da diretoria, e nos proporcionou momentos inesquecíveis, além do retorno da auto-estima perdida desde os anos 70. Em 2002, no entanto, a cigana literalmente o enganou. A Parmalat havia se mandado, e o projeto do presidente da época era um tal de “bom e barato”, que, na verdade, estava mais para “caro e ruim”.

A estrutura do Verdão era precária. O elenco, bem mais ou menos. Ou seja, não havia como fazer milagre. Com profissional vencedor que é, Vanderlei preferiu aceitar a proposta do Cruzeiro, e se mandar. E é só analisar o que ocorreu com as duas equipes para ver quem tinha razão. Caímos, e tivemos de encarar o inferno da Segundona. Enquanto isso, nosso ex-treineiro ganhou Brasileirão e Copa do Brasil para a equipe mineira no mesmo 2003, algo inédito. De quebra, levou um brasileiro e dois paulistas pelo Santos, e poderia ter dado certo no Real Madrid, se não tivesse sido demitido tão cedo.

Vanderlei volta em momento de alta do Palmeiras, no qual teremos patrocínio forte, parcerias poderosas, e um elenco que, se devidamente reforçado, tem tudo para disputar títulos. Ou seja, o cara certo, na hora certa. Para um projeto tão ambicioso, nada melhor do que o técnico que a “imprenssinha”, até outro dia, considerava o melhor do Brasil. Será que, agora que ele está de novo conosco, mudarão de opinião? Tudo é possível. Não caia na deles, palmeiristas do Brasil e do mundo…

***********

Ah, e ouçam abaixo o Torpedo Verde, o boletim diário de Mondo Palmeiras. Hoje,  com novidades sobre os novos reforços do verdão, a novela Thiago Neves, a semana agitada no Palestra Itália, e a dor de cotovelo dos rivais que insistem em nos imitar em tudo!