Luxemburgo crítica árbitro de Palmeiras x Lusa

Na entrevista coletiva concedida após a vitória obtida pelo Palmeiras contra a Portuguesa, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez questão de ressaltar sua opinião sobre a atuação do árbitro José Henrique de Carvalho. “Foi uma arbitragem equivocada. Ele acabou de sair de um jogo no qual deu dois cartões para o mesmo jogador e já veio aqui apitar uma decisão, um clássico. É uma exposição desnecessária.”

O comandante do Verdão também reclamou da presença do assistente Hilton Francisco de Melo em campo, o mesmo que era o quarto árbitro quando o expulsou da partida contra o Rio Preto, em fevereiro, tendo levado Luxemburgo ao Tribunal. “Será que era o momento de escalá-lo? Faltou coerência.”

Escolado, ele rapidamente explicou que sua opinião tem como objetivo apenas a melhora do nível das arbitragens. “Já estive no Tribunal uma vez e quero deixar claro que não estou ofendendo ninguém. Não quero ir novamente a um julgamento por algo que não fiz ou que não falei. Só estou adiantando e prevenindo uma situação.”

Por fim, o técnico alviverde acha que Valdívia foi novamente caçado em campo sem que a arbitragem fosse capaz de coibir a violência.”Ele levou duas faltas que não foram dadas. Depois, tentamos argumentar isso com o árbitro e fomos proibidos de falar. Com o marcador adversário não aconteceu nada, mas o Valdivia levou cartão. Quem é o punido com isso? O punido não foi só o Valdivia, mas o futebol.”

Para o treinador, nem sempre o time jogará com brilho. “Mas a vitória foi muito importante. Da forma como ela aconteceu, cria uma sintonia e uma identificação ainda maior entre time e torcida. A torcida apoiou até o último segundo. E daí saiu o gol.”

Luxemburgo também evitou falar que a vitória teve cheiro de time ‘campeão’. “Não concordo com isso, pois ainda falta muita coisa e não vamos desviar o foco do nosso objetivo. Agora, uma vitória  como essa mostra que estamos no caminho certo”.

Ele discordou quando perguntado se tinha ‘sorte’ por ter colocado Jorge Preá, autor do gol aos 48min da etapa final.”Não acredito em sorte, mas sim em trabalho sério, de chegar na Academia todos os dias e treinar bastante, forte, ensaiando as jogadas para o dia do jogo”.

Fonte: Assessoria de imprensa do Palmeiras.