Luxa x Tarja Preta, um duelo na Vila Belmiro

Uma pena Palmeiras e Santos jogarem logo na segunda rodada do Paulistão 2008. Afinal de contas, as duas equipes ainda estão se acertando, e, no caso do nosso Verdão, temos vários reforços que ainda não estarão disponíveis, casos de Diego Souza, Lenny e Léo Lima. No entanto, a partida, que ocorre hoje às 16h (com transmissão pela tevê aberta) será o primeiro grande duelo da competição entre candidatos ao título.

 Em 2007, o confronto registrou três empates, um pelo Paulistão e dois pelo Brasileirão. Na época, Vanderlei Luxemburgo defendia as cores santistas, enquanto Caio “Goiás” Júnior era o nosso comandante. Desta vez, o melhor técnico brasileiro mudou de lado, substituído na agremiação praieira por Leão Tarja Preta, ídolo maior de nosso querido Flávio Canuto (ele irá me matar com toda a certeza).

Todos sabem que os dois cidadãos não se bicam. Leão caiu numa conversa mole de que Luxa teria puxado seu tapete para voltar ao Santos, em 2004, e desde então, os dois viraram desafetos. Um não irá querer para o outro de forma alguma. As equipes tiveram resultados opostos. Enquanto ganhamos bem do Sertãozinho por três a um, nosso adversário de hoje tomou de dois a zero da Lusa.

Eles perderam Kleber, contundido, seu melhor jogador, enquanto nós viremos provavelmente com o mesmo time da vitória inicial. O jogo é na Vila Belmiro, mas, para quem não sabe, até lá o Palmeiras leva vantagem em número de vitórias. Betão, Marcinho Guerreiro e sua turma terão de suar muito para tirar a péssima impressão deixada em sua partida inicial. A expectativa é que joguemos com o mesmo time da estréia, embora Luiz Henrique tenha ido abaixo do que se poderia esperar. Luxa não confirmou nada. A escalação: Diego Cavalieri, Elder Granja, Dininho, Gustavo e Leandro; Pierre Seleção, Makelele, Martinez e Valdívia: Luiz Henrique e Alex Mineiro.