Luxa pede o apoio da torcida e escala Lenny em coletivo

Falando com a imprensa, sob os olhares do Goleiro Verde (ouça o Torpedo Verde de hoje),  o Luxa manteve segredo sobre o time que começa jogando diante do Sport, mesmo tendo treinado com Lenny no ataque, no coletivo da tarde.  “Infelizmente não posso contar com o Willians, mas tenho o Lenny, que é mais velocista e tem mobilidade na frente, e o Ortigoza, que é um jogador mais de força. Vamos ver como o Sport vem a campo para definir quem joga.”

Para o treinador, a derrota de 2×1 para o Santos no último sábado não abalou o elenco, que está preparado para a série de três decisões que vai fazer no Palestra Itália, contra Sport, Santos e LDU.

“Os atletas absorveram bem a derrota, pois sabem que jogaram bem e que tentaram o resultado até o último minuto. Teremos três jogos decisivos pela frente e a motivação deles é natural.” Luxa, que vai comandar o time pela 133a. vez em casa (são 107 vitórias, 16 empates e apenas 9 derrotas), parece que ouviu a última edição de Mondo Palmeiras, e pediu total apoio dos torcedores hoje.

“Se for para vaiar com dois, cinco minutos de jogo, é melhor ficar em casa. A Libertadores é uma competição muito difícil e a torcida precisa estar junto com o time dentro de campo. Nesse momento decisivo, a torcida precisa estar ao lado dos jogadores e por isso queremos ver o Palestra lotado e cheio de incentivo.”, disse ele, com toda a razão do mundo.  

Torcedor que atrapalha o time é melhor mudar de parque ou ficar em casa. Abraço a todos!