Libertadores ou Copa do Brasil? Eis a questão!

figueroa_palmeiras

Como escrevi no post comentando Grêmio 2×0 Palmeiras, o título brasileiro não é mais assunto para este ano. Foi adiado para 2010 (se Deus quiser!), 2011 ou sabe-se lá para quando.

Agora, nos resta outra questão bem importante: o que é melhor, conseguir uma vaga para a Libertadores, ou ficar do quinto lugar para baixo e disputar a Copa do Brasil no ano que vem? Ambas as opções tem partidários, e as duas possuem justificativas para serem apoiadas.

Então, façamos o seguinte: abaixo, você lerá dois textos, um a favor de disputarmos a Libertadores, outro a favor de encararmos a Copa do Brasil em 2010. Leia com atenção e dê a sua opinião. Afinal, é o que podemos fazer, nessa altura dos acontecimentos.

1-Quero o Palmeiras disputando a Libertadores em 2010

Nosso time está sendo alvo das maiores gozações por parte dos adversários. Imagine então se nem entre os quatro primeiros colocados conseguirmos ficar, após liderar o torneio por 19 rodadas? Vai ser um horror. Começa por aí.

A definição de investimentos para um clube depende muito de seus objetivos. Disputar Copa do Brasil certamente implicará em gastos menores do que encarar o mais importante campeonato do continente, e o mais importante do mundo junto com a Copa dos Campeões europeia. E imaginem o barulho que a oposição ao Palmeiras fará, usando o argumento de que se gastou muito em 2009 para nem ao menos classificar o time para a Libertadores….. Haja protetor auricular para tanto barulho, para tanta corneta do mal.

Então, que venham as vitórias contra o Atlético Mineiro e contra o Botafogo, e que venha mais uma participação alviverde na Libertadores, para evitar tudo isso.

E tem também o seguinte. Apesar dos pesares, temos uma boa base, em termos de elenco. Se for feita uma reformulação coerente e vierem atletas chave para posições chave, o Palmeiras pode, sim entrar com força total na Libertadores, independente de se classificar como campeão ou quarto colocado. Afinal, vale a lembrança: o timinho do Jardim Leonor faturou sua única Libertadores da década quando se classificou para o torneio com um terceiro lugar. Nas três vezes em que foi como campeão, ficou pelo caminho……

2-Quero o Palmeiras disputando a Copa do Brasil em 2010!

O vexame do nosso time em 2010 já está configurado, e não só por causa do brasileirão. Ou será que todos já se esqueceram do Paulistão, eliminados pelo timeco do Peixe Frito, ou mesmo da Libertadores, quando fomos tristemente eliminados por um arremedo de time do Uruguai? Então, o fato de conseguirmos ou não a vaga para a Libertadores não vai mudar rigorosamente nada, nesse sentido. O vexame é o mesmo, a dor é a mesma e a vergonha, idem na mesma data.

Isso posto, sejamos pragmáticos. Esse elenco certamente terá de ser totalmente reformulado. Quantos times você já viu vencerem a Libertadores sem manter uma base sólida, de um ano para o outro? Ou seja, a probabilidade de o Palmeiras entrar nessa competição para vencer é bem menor do que seria desejável. Disputar a Libertadores para ser novamente coadjuvante? Para apanhar dos Jardins Leonores e Nacionais da vida? Tô fora!

O Palmeiras precisa voltar a pensar grande. De querer títulos. E muito melhor do que conseguir vaguinha na Liberta é conquistar uma Copa do Brasil. Que, este ano, não terá várias equipes fortes, e que poderá, se feito um bom planejamento, ser conquistada. Garante vaga para a Libertadores 2011, só que com moral. E um título. E será que todos se esqueceram que foi ao vencer nossa única Copa do Brasil, em 1998, que obtivemos a classificação para a Libertadores de 1999, vencida por nós? Se você é supersticioso, fica aí a pulga atrás da sua orelha….

3- Ainda dá pra ser campeão

Vou me apegar à matemática, e acredito que o título é possível, mesmo com o time tendo vencido apenas uma partida  nos últimos nove jogos.

*********

Bem, as posições estão aí, com suas respectivas defesas. Com qual você fica? Qual a sua opinião? Queremos saber, palmeirense do Brasil e do mundo!

uol_logoClique aqui para ouvir a Rádio Mondo Palmeiras – Edição 156.