Leandro Damião 3×0 Esforçados Alviverdes

Por Fabian Chacur

Há cinco anos o Internacional não ganhava do Palmeiras na cidade de São Paulo. Curiosamente, este tabu caiu na tarde deste domingo (11) no estádio do Pacaembu em circunstâncias bem parecidas com as ocorridas naquele triste 2006.

Naquela ocasião, o time gaúcho venceu por 4 a 1 e teve como destaque o jovem Alexandre Pato, que então estreava como profissional e teve grande atuação.

Desta vez, outro jovem talento, desta vez Leandro Damião, incumbiu-se de ser o protagonista, fazendo todos os gols da vitória do Inter pelo placar de 3 a 0 contra o unicamente esforçado Palmeiras 2011.

Foi a primeira derrota em casa dos comandados de Felipão em São Paulo, que desta forma perderam mais uma posição na tabela de classificação, encarando agora um medíocre oitavo lugar.

Como tem sido praxe em nossas partidas mais recentes, o Palmeiras esbanjou vontade e esforço, e chegou a dominar o adversário durante boa parte da partida.

Na primeira etapa, por exemplo, tivemos pelo menos três chances claras de gol antes dos 20 minutos, mas todas primando pela falta de precisão na hora das finalizações. Isso, quando elas ocorriam, pois várias vezes na chamada hora agá, ou a zaga vermelha tomava a bola ou rolava chute para fora.

Aos 24 minutos, o time gaúcho fez seu primeiro ataque efetivo, e não por coincidência, abriu o marcador, com Leandro Damião ganhando de Henrique e finalizando de forma implacável.

O placar quase foi ampliado aos 27 minutos por Oscar, enquanto aos 33 minutos, Marcos Assunção bateu falta que exigiu boa defesa do goleiro Muriel.

No final do primeiro tempo, o Verdão teve mais algumas chances, mas não soube concretizá-las, com direito a Luan perdendo um gol absurdo, de tão feito. Ele perderia outros no decorrer da partida, assim como Gabriel Silva.

Jogando com o freio de mão puxado durante boa parte do jogo, o Inter praticamente sumiu na primeira metade da etapa final.

O Palmeiras criou várias chances de gol, mas a rigor só tivemos duas finalizações um pouco melhores, uma de Marcos Assunção aos 2 minutos e outra do mesmo jogador aos 11 minutos.

A equipe treinada por Dorival Júnior foi chutar a primeira bola no gol aos 34 minutos, com Ilsinho (aquele). Enquanto isso, o Palmeiras, com as entradas de Ricardo Bueno e Tinga, piorou seu desempenho e passou a não criar mais nada.

Com o jogo a seu feitio, o Inter resolveu voltar a se empenhar, e aos 37 minutos, Leandro Damião faz seu segundo gol, aproveitando bom lançamento e chutando sem dó nem piedade.

Aos 46 minutos, quando a torcida alviverde já começava a xingar seus dirigentes, Leandro Damião recebe livre de novo, dribla Marcos e enterra a estaca no peito alviverde. 3 a 0.

Vale a última lembrança: Patrik e Gabriel Silva tomaram o terceiro amarelo e não jogarão contra o Avaí. Alguém se candidata às vagas?