Keirrison deve voltar contra Bragantino hoje

Para o torcedor que não ainda sabe se vai encarar jogo do Palmeiras em uma terça-feira às 19h30, e contra o Bragantino, um incentivo: após cumprir suspensão, Keirrison está novamente disponível para ser utilizado, e parece que o será. Por sua vez, seu colega habitual de ataque, Willians, que também foi punido por terceiro amarelo e estaria livre para jogar, irá fazer uma preparação física especial e fica de fora. Fabinho Capixaba está contundido, tendo Wendel como seu provável substituto.

Aliás, este último não tomou o terceiro amarelo contra o Guaratinguetá, e está livre para jogar. Pablo Armero já foi se apresentar à seleção colombiana, pela qual jogará pelas eliminatórias da Copa 2010, desfalcando o Verdão hoje e também contra o time do Jardim Leonor, no sábado. E Edmilson começou ontem a treinar novamente com bola, enquanto Marcos é a novidade.

Os jogadores relacionados para a partida de hoje: Marcos e Bruno [goleiros], Wendel e Jefferson [laterais], Danilo, Maurício Ramos, Jéci, Marcão e Maurício [zagueiros], Pierre, Sandro Silva, Jumar e Souza [volantes], Diego Souza, Cleiton Xavier, Evandro e Deyvid Sacconi [meias], Keirrison, Lenny, Marquinhos, Ortigoza e Daniel [atacantes]. Com esses jogadores, arrisco a seguinte escalação: Marcos, Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Jefferson; Pierre, Sandro Silva, Cleiton Xavier e Diego Souza; Lenny (Ortigoza) e Keirrison.

Uma vitória poderá garantir matematicamente o Verdão no quadrangular decisivo do Paulistão 2009. A partida de hoje será a de número 130 de Vanderlei Luxemburgo à frente do Verdão no Palestra Itália. Até agora, ele obteve 105 vitórias, 16 empates e apenas 8 derrotas, com 85,5 % de aproveitamento, 322 gols a favor e 86 contra.

Mas, entre essas 8 derrotas, precisavam estar a de 2 a 1 para o Cruzeiro na final da Copa do Brasil em 1996 e a contra o Colo Colo por 3 a 1, na Libertadores deste ano? Coisas da vida. Mas o currículo do cara é impressionante, tendo, no total dos jogos em que comandou o nosso time do coração, 68,5 % de aproveitamento, o melhor na história do clube.