Jose Buitrago dá vitória ao Argentinos Júniors

Todos que acompanham meus comentários aqui em Mondo Palmeiras sabem que me pauto pelo bom senso, relevando ao máximo a atuação negativa da arbitragem quando a mesma ocorre. Só que tem horas em que isso é humanamente impossível, como na partida de hoje entre Palmeiras e Argentinos Júniors. O péssimo árbitro colombiano Jose Buitrago determinou a vitória da equipe argentina sobre a nossa, não só por anular dois gols legítimos do Verdão, como por também fazer vistas grossas ao anti-jogo deles e punir apenas nossos atletas.

A lambança do “Robaldo Aquino Cover” começou logo aos 16 minutos, quando Leo Lima bateu uma falta, a bola tocou no travessão e entrou de forma incontestável. O juizão e o bandeira fizeram vista grossa, e no rebote, Thiago Cunha mandou de novo na trave. Outra boa cobrança de falta, desta fez feita por Diego Souza, levou o goleiro argentino a boa defesa. Foi o que tivemos na etapa inicial, na qual pouco se criou e o adversário só nos ameaçou uma única vez, aos 40 minutos, com saída precisa do gol de Marcos.

Com Evandro e Maicosuel nos lugares de Fabinho Capixaba e Thiago Cunha, o Palmeiras voltou melhor na etapa final, e aos 13 minutos, o zagueiro argentino deu uma cortada na bola em plena área, em chute de Evandro. Pênalti que Buitrago demorou a confirmar. 

Na primeira cobrança, Diego Souza deu a paradinha que se tornou padrão no futebol mundial e fez o gol, que foi anulado. Nosso jogador ainda tomou amarelo. Na segunda tentativa, o goleiro Torrico se adiantou de forma acintosa, e defendeu o chute de nosso atacante, só que dessa vez, a irregularidade acabou sendo aceita. Dois pesos, duas medidas. 

Aos 19 minutos, Maicosuel perdeu gol feito. Até que, aos 21 minutos, em contra-ataque rápido, Escudero recebeu livre pelo lado direito da defesa alviverde e chutou forte, sem chances para Marcos.  A partir daí, o Argentinos Júniors passou a praticar o antijogo explícito, sem ser coibido pelo colombiano, que deixou o pau comer.

Os jogadores alviverdes não tiveram controle, e não demorou para que Evandro, aos 43 minutos, e Gladstone, aos 46, tomassem o vermelho. O do zagueiro foi merecido, mas Evandro antes sofreu falta violenta, e o jogador argentino nem sequer foi advertido. Final de jogo: 1 a 0 Argentinos Júniors. Se o nível da arbitragem do jogo de volta for esse, melhor perder por W.O. e priorizar de vez o Brasileirão.

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.