Jogadores não esperam cobranças no Pacaembu

E o “jogo do título” foi adiado para este sábado, no Pacaembu. Assim, apesar da derrota para o Paysandu, os jogadores esperam não encontrar cobranças vindas da torcida do Verdão durante a partida em casa.

Desde o jogo do acesso, contra o São Caetano, parte da torcida vem terminando as partidas com gritos de “Série B não é mais que obrigação”, gritos contra Paulo. Nobre e Valdivia.

“Tem de pensar que o Palmeiras é um dos clubes de maior torcida no Brasil e a cobrança é grande, é enorme. Mas precisamos do apoio deles, que torçam incondicionalmente, durante os 90 minutos, como sempre fizeram”, declarou Alan Kardec.

E apesar dos conflitos com parte da torcida e a duvida dos palmeirenses se comemoram ou não o acesso, o zagueiro Henrique, que não vai jogar contra o Boa neste sábado porque foi expulso, disse que para os jogadores a comemoração é garantida.

“Nós vamos fazer festa. Sempre dissemos que Série B não é fácil e sabemos o que passamos para chegar aqui. Se tudo der certo, no sábado vamos só comemorar”, finalizou o zagueiro.