HERÓIS DO BRASILEIRÃO 2016 – Jaílson

Ilustração: Felipe Mesquita

Quem olha as imagens do time comemorando o título parece que foi tudo muito simples. Mas todo mundo sabe que nenhum time conquista nada sem um bom goleiro.

O Palmeiras tinha o Fernando Prass não apenas como líder e capitão da equipe. Prass estava em ótima fase e fechava o gol justamente nas partidas mais difíceis.

A fase era tão boa que Prass foi convocado para a Seleção Olímpica. Poucos dias depois, ele se machucou feio. Ele voltou ao Palmeiras, foi operado e o time precisava de outro goleiro pro restante da temporada.

periquitoVagner, que era o favorito para a posição, não aguentou o tranco e deu lugar ao terceiro reserva, o desconhecido Jaílson.

Aos 35 anos, Jaílson jamais havia atuado em nenhum grande clube do País. Era uma incógnita. Tinha gente dizendo que o Palmeiras deveria contratar outro goleiro imediatamente!!! Não precisou.

Logo no seu primeiro desafio, contra o Vitória, o goleiro fez uma excelente defesa, à queima-roupa, e salvou o Palmeiras. Que estréia!

Naquele momento, o torcedor palmeirense percebeu que Jaílson não estava ali apenas porque também era torcedor do Palmeiras. Jaílson fez jus à tradição de seu maior ídolo: São Marcos.

Com Jaílson em campo, o Verdão simplesmente não perdeu nenhuma partida no Brasileirão. Mesmo quando o time jogava mal, e isso aconteceu muitas vezes, Jaílson fez grandes atuações.

Fora de campo, a humildade e tranquilidade do #JAILSÃODAMASSA surpreendem a todos. Além de conquistar a torcida, Jaílson também conquistou logo a confiança total dos companheiros de elenco.

Jaílson é a prova viva de que qualquer bom profissional em qualquer ramo de atividade pode chegar ao topo, mesmo isso demore muito para acontecer.

Além do título, Jaílson ganhou outro presente de Natal. Seu contrato foi renovado por mais dois anos. E ele merece.

Muito obrigado por tudo, Jaílson!

Abraço a todos!