Henrique pode deixar o clube em janeiro

Por Flavio Canuto

O time do Palmeiras, seja lá qual for, se reapresenta já no dia 04 de janeiro, e até agora apenas um reforço para a próxima temporada está (quase) garantido, o lateral-esquerdo Juninho, que ainda não assinou contrato com o clube.

Para piorar ainda mais a situação, o Palmeiras está perdendo jogadores. Thiago Heleno passou por uma cirurgia no pé e só volta após o Campeonato Paulista, e o Henrique, que tem contrato por empréstimo até o final de maio interessa a várias equipes.

O poderoso e bilionário Grêmio, de Porto Alegre, quer contar com o futebol de Henrique e se propõe a comprar os direitos econômicos do atleta que pertencem ao Barcelona.

Apesar de ter a prioridade para compra, a diretoria “que não faz loucuras” ainda não se manifestou a respeito da compra definitiva de Henrique, e nem de outro zagueiro.

O empresário do atleta, Marcos Malaquias (aquele mesmo), acabou de afirmar em entrevista à Rádio Bandeirantes que quer um contrato definitivo para o o atleta.

“Um dia ele me ligou e perguntou ‘o que eu faço, está todo mundo indo embora’. O jogador vive de contrato e precisa se sentir bem. Ele tem contrato de empréstimo até o final de maio, mas eu quero que ele fique vários anos no Palmeiras.”, disse Malaquias.

Se Henrique pagar a multa rescisória e sair, o Palmeiras terá apenas um zagueiro para jogar o Paulistão: o discutível Leandro Amaro, pois Maurício Ramos também estava lesionado no final do Brasileirão.

O tal do Malaquias está forçando a barra? Claro que sim, mas estamos numa fase onde a oferta de bons atletas é menor que a procura. Portanto, se não entrarem em acordo com o empresário, a nossa lista de contratações urgentes vai aumentar…

Abraço a todos!