Henrique e Kleber voltam contra Cruzeiro

O Palmeiras entrará em campo hoje às 20h30 no Palestra Itália com alterações em relação à equipe que foi derrotada pelo Sport Recife, no domingo. Henrique, de volta da seleção de Dunga e Ricardo Teixeira, entra na vaga de Maurício, ironicamente um dos melhores em campo na derrota de dois a zero contra o time pernambucano.

Por sua vez, Kleber, livre de suspensão, estará de novo fazendo dupla de ataque com Alex Mineiro, enquanto Denílson reassume sua posição no banco de reservas. De quebra, Pierre, contundido, verá Martinez jogando no meio-campo. O adversário é o Cruzeiro, vice-líder do campeonato e um dos raros times que levam vantagem contra nós, nos confrontos em todos os tempos.

Segundo dados fornecidos pela assessoria de imprensa do Palmeiras, jogamos 69 partidas contra a equipe de Belo Horizonte. Foram 24 vitórias, 19 empates e 26 derrotas, com 101 gols a favor e 98 contra. Essa desvantagem na verdade surgiu devido aos insucessos recentes.

Das últimas seis partidas contra a equipe hoje dirigida pelo ex-zagueiro Adilson, perdemos quatro, empatamos uma e vencemos apenas uma, em setembro de 2005. Como estatísticas são apenas estatísticas, vamos a uma favorável: levamos boa vantagem quando jogamos contra eles com nosso mando de campo. Nessas condições, foram 37 partidas, com 19 vitórias, 9 empates e apenas 9 derrotas.

Tudo leva a crer que o time irá suar a camisa desta vez, pois Luxemburgo não só deu uma dura nos jogadores como também deixou claro que está satisfeito no Palmeiras. “O time está dando todas as condições que me levam a gostar de trabalhar em uma equipe”, afirmou o treinador. Eis uma partida-chave para dar moral ao elenco alviverde e impulsioná-lo rumo a uma reação.