Goiás pode pagar pelo que não fez hoje no Palestra

 

A “imprensinha” está fazendo a festa. Diz que o Palmeiras está em crise, com elenco rachado, política confusa e fase ruim em termos técnicos. No entanto, o torcedor alviverde pode enxergar as coisas de forma diferente, a partir do momento em que Vanderlei Luxemburgo entrou em cena e colocou o capitão da equipe em seu devido lugar.

Afinal, futebol é um jogo coletivo, no qual cada um tem sua importância, e um não pode se meter a querer a ser mais do que os outros, ou mesmo acima de todos. Ainda mais em público, dando manchetes negativas de graça para os inimigos morrerem de rir. Aparadas as arestas, vamos a campo hoje às 20h30 no Palestra Itália contra o Goiás, e acredito que com sangue nos olhos. Os goianos poderão pagar pelo que não fizeram.

A escalação do onze palestrino está indefinida. Treinamos com Marcos; Fabinho Capixaba, Gustavo, Roque Júnior e Leandro; Pierre, Jumar, Evandro e Diego Souza; Kléber e Alex Mineiro. Martinez está suspenso e não poderá jogar. Outra possibilidade poderá ser Sandro Silva na lateral, com Maurício entrando na vaga de Fabinho Capixaba e o time atuando no esquema com três zagueiros. Segundo informações fornecidas pela assessoria de imprensa do Verdão, jogamos até hoje 37 vezes contra o Goiás, com 20 vitórias, 8 empates e 9 derrotas, 58 gols pró e 42 contra.

Como mandante, tivemos 17 partidas, sendo 12 vitórias 3 empates e 2 derrotas. A equipe goiana ocupa atualmente a nona colocação no campeonato, com 45 pontos ganhos. Seu técnico é Hélio dos Anjos, ídolo de Flávio Canuto e profissional que já admitiu ter como sonho trabalhar um dia no Verdão. Se isso um dia irá se concretizar, só o futuro dirá…