FPF não explica nada, e confirma PC Oliveira no dérbi

Há sempre alguma coisa que a gente não consegue entender, já diria o poeta. Uma dessas coisas é o sorteio de árbitros feito pela FPF.

Muita gente sabia desde segunda-feira que PC Oliveira seria o escolhido para o dérbi, a informação foi até publicada pelo Jornal da Tarde, na edição de terça-feira. Depois do tal “sorteio”, a armação foi confirmada.

Diante dos protestos da torcida palmeirense principalmente na Internet, a diretoria começou a criticar escolha do árbitro. O diretor de futebol, Roberto Frizzo, e até mesmo o presidente Tirone se manifestaram publicamente sobre o assunto.

“Não houve nenhum acordo ou conversa sobre arbitragem. Por várias vezes já vetamos ele. Paulo Cesar tem um histórico ruim conosco. Temos uma relação de quase 30 maus momentos com dele. Temos uma correspondência de 2010, quando pedimos o veto”, disse Frizzo ao LANCENET!

O presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, não deu maiores explicações sobre o ocorrido, e afirmou que não fará outro “sorteio”.

“Se o árbitro não dá sorte, é outra coisa. Sem dúvida não haverá outro sorteio. O sorteio foi ao vivo com vários presentes e vários nomes. É só ver o vídeo. Se ele (Paulo César) errou contra o Palmeiras, já errou contra o Corinthians, contra o Santos.”, disse o cartola.

Realmente, sorteio não se explica. O que deveria ser explicado é como já se sabia desde a segunda-feira que o PC Oliveira apitaria o clássico. Uma semifinal de um campeonato tão importante. Será que o Ministério Público não vai investigar isso?

É por conta desse tipo de coisa que a credibilidade de cartolas e políticos brasileiros é igual a zero.

Abraço a todos!