FPF afina para o blefador Gobbi e libera corintianos no derbi

Poucos minutos depois de o presidente Mario Gobbi vociferar que não deixaria o seu time entrar em campo caso o Palmeiras não liberasse os ingressos para os torcedores de seu clube, a FPF voltou atrás da decisão de fazer um dérbi com torcida única.

Como se estivesse num jogo de truco, Gobbi falou grosso, mentiu sobre um provável W.O e se deu bem. Logo em seguida, a Federação Paulista voltou atrás e liberou a venda de ingressos para os corintianos.

Trata-se de uma derrota para a diretoria palmeirense que desde o início se posicionou a favor de um clássico apenas para palmeirenses.

Perder é até normal (12.000 ingressos deixarão de ser vendidos), mas o presidente corintiano bateu forte no presidente Paulo Nobre na sua entrevista. E olha que eles são “amigos”.

Ao contrário do que acontece com Carlos Miguel Aidar, que sempre leva o troco de Paulo Nobre, a diretoria do Palmeiras se limitou a publicar uma pífia nota oficial declarando que acata a decisão da FPF e alisando o rival.

Independente de ser contra ou a favor do “clássico com torcida única”, o Palmeiras não poderia ter uma postura tão subserviente com o seu principal rival. A diretoria tinha que sustentar a sua opinião até o fim.

Enfim, vou torcer muito para o Palmeiras vencer no domingo e manter a freguesia deles, mas até eles estão vencendo esse jogo (e na base do blefe, o que é pior ainda).

Abraço a todos!