Feliz ano novo, torcedor palmeirense!

O primeiro semestre foi ótimo para o Palmeiras. Esqueça o Campeonato Paulista. O time conseguiu algo muito mais importante do que isso: uma “espinha dorsal” e forma unica de jogar e conquistar os resultados que necessita para atingir os seus objetivos nesta temporada. E são muitos. 

Já nesta semana, precisamos de uma ótima pontaria no ataque para passar pelo Internacional em casa. O jogo de volta, válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, a competição mais emocionante do calendário. Este duelo deve ser ainda mais difícil e, se conseguirmos um bom resultado no Allianz Parque, a encrenca é deles. Nossa defesa segue como a melhor do País. 

No final de semana, voltaremos ao Morumbi. Ainda comemoro a vitória que conquistamos lá depois de um incômodo jejum. Desta vez, no entanto, acredito que vamos pro clássico com um time alternativo. Na outra quarta-feira, já teremos o jogo de volta da Copa do Brasil, em Porto Alegre. 

Depois teremos um jogo contra o Ceará, em casa, e logo em seguida a partida de ida contra o Godoy Cruz, em Mendoza, na Argentina. Raramente você tem um jogo fácil em Libertadores. Esqueçam os números!

Pelo menos neste mês de julho e, possivelmente no próximo mês também, a rotina será esta: repleta de decisões para o Palmeiras e para o torcedor palmeirense. Nosso grande reforço é o Willian Bigode. Sim, o atacante é peça fundamental para que o time volte a marcar mais gols. Precisamos dele.

Saíram o Alejandro Guerra, o zagueiro Juninho e alguns outros deveriam deixar o elenco. Mas acredito que isso seja secundário. Apesar dos problemas pontuais, o time é muito competitivo e entra como favorito em todos os confrontos. Resta confirmar isso dentro de campo. 

O ano está começando, pelo menos para o torcedor palmeirense. Chega de jogo besta e sem nenhum atrativo para o torcedor. E que venham os grandes duelos, confrontos e sempre com o apoio da torcida mais espetacular do País. 

Abraço a todos!