Felipão desconversa sobre a situação de Miguel Borja

Que o Borja anda sumido, todo mundo sabe. Havia a possibilidade de o atacante aparecer no Morumbi sábado e que o Deyversson tivesse o final de semana de folga. Não aconteceu. 

Nos amistosos e jogos-treino durante a parada para a Copa América, o Arthur Cabral também apareceu como a segunda opção do Felipão para o comando do ataque. É o estilo de jogador que ele gosta. Sempre foi assim. 

Após o (bom) empate com o SPFC, o treinador comentou sobre o assunto na entrevista coletiva: “Acho que minha equipe, para jogar com ele, precisa de algumas situações diferentes, e neste momento nós não podemos fazer. No momento que eu entender que podemos colocar, ele será colocado”, afirmou o Felipão. 

 

Deu pra sentir alguma firmeza nessa declaração? Pra mim, soou mais como uma desculpa. Será muito difícil que o Borja volte a ser titular no Palmeiras. A torcida perdeu a paciência com ele e, principalmente,  falta técnica. 

Bem, o que não falta é jogo para o Borja entrar nessa maratona do segundo semestre. Vamos falar muito mais sobre isso hoje, no podcast “nave mãe”.

Abraço a todos!