Empate em clássico equilibrado na Vila Belmiro

Foi um tempo para cada time. Os primeiros 45 minutos ficaram com o Palmeiras. A metade final da partida teve domínio do Santos. No fim das contas, um gol para cada lado e um empate na tarde chuvosa deste sábado (2) na Vila Belmiro.

No início, Neymar e sua turma esboçaram um domínio e até criaram algumas chances perigosas. Aos poucos, o Verdão foi dominando as ações, e aos 20 minutos abriu o marcador.

Márcio Araújo encontrou Valdívia dentro da área adversária. Este, por sua vez, deu passe açucarado para Kleber, que enfiou um canudo de esquerda, sem chances para o goleiro adversário.

Até o final, o Palmeiras ainda criaria mais algumas oportunidades, mas não conseguiu ampliar o marcador.

No início do segundo tempo, o Santos mostrou que estava disposto a fazer valer o mando de jogo, e começou a criar boas oportunidades. O empate, no entanto, saiu de uma jogada de sorte.

Alan Patrick recebeu boa bola, mas chutou fraco. O afobado Danilo, no entanto, desviou a bola de forma desnecessária e matou qualquer chance de Deola evitar o gol alvinegro. Um a um, aos 7 minutos.

Com a queda do futebol de Kleber e de Valdívia, o que vimos foi a equipe praieira com maior domínio de ações, mas sem competência para matar o jogo, enquanto o Verdão não soube aproveitar os contra-ataques que teve a sua disposição.

No fim das contas, o empate até que não foi um mal resultado. Ponto negativo para Felipão, que foi colocar Lincoln em campo quando já havíamos passado dos 40 minutos. Demorou…