Na TV, Lincoln critica o trabalho de Felipão

Por Flavio Canuto

Se já não bastava sofrer com conselheiros fofoqueiros, agora o Palmeiras tem que aturar ex-jogadores como o meia Lincoln, que depois de passar meses contundido e sem condições de atuar por mais de 45 minutos em qualquer partida, foi para a TV atirar contra o seu ex-clube.

Na verdade, o alvo principal do sempre articulado Lincoln foi o treinador palmeirense.

“O que me motivou a sair do Palmeiras foi realmente o Felipão e o seu auxiliar técnico, o Murtosa. Eu confio em mim, sei que o Palmeiras tem muitos jogadores de qualidade e eu sei que eu poderia ser mais útil do que eu fui. Eu joguei fora da minha posição, como tantos outros ali jogam e jogaram fora da posição. Jogadores que foram contratados, com grande nível, por exemplo o Kleber, que joga sempre fora da posição, ou sem esquema para priorizar o Kleber. Não tem esquema para ele ser artilheiro”, soltou o meia que está emprestado ao Avaí.

“O Felipão nunca me chamou para falar o que acontecia. Eu só percebi que não teria clima pela minha experiência que eu tinha no futebol. E eu acredito que tem mais jogadores lá que estão infelizes”, completou Lincoln.

Para mim, algumas das reclamações de Lincoln são justas, basta ver qualquer partida do Palmeiras para constatar isso.

Mas ele, que ainda é jogador do Palmeiras, não poderia ir à TV neste momento, no caso ao Arena Sportv, para vomitar esse monte de coisas e conturbar o já quase sempre instável ambiente do clube.

Obrigado por nada, Lincoln!