Em meio a muita fofoca, elenco se reúne na Academia de Futebol

É sempre assim! Depois de uma desclassificação, começam os rumores sobre “elenco rachado”, falta de confiança no comando da equipe e muita gente de fora querendo a cabeça do treinador da vez. Esse um sintoma cíclico no futebol brasileiro.

Apesar de ter perdido apenas duas partidas nesta temporada, o torcedor não está contente com o desempenho da equipe. Depois da chegada de reforços e, principalmente, da manutenção do elenco campeão brasileiro, todos esperavam uma equipe com maior poder ofensivo. 

Quem poderia duvidar da força do trio “Dudu, Scarpa e Goulart”? Ainda vai dar samba, mas ainda não deu. Quem imaginaria que o Bruno Henrique iria demorar tanto tempo para jogar aquele futebol que vimos em 2018? Pois é. 

Em meio a tantas dúvidas, o elenco se reuniu hoje e espero que tenham “lavado a roupa suja” com a comissão técnica em privado. O momento deve ser mesmo de cobranças (internas e externas), mas sem exageros.

Acredito que a desclassificação sirva pra isso mesmo. Se o Palmeiras fosse para a final (e eu torcia para isso) iria mascarar os problemas do meio-campo e ataque. Nosso sistema defensivo continua sólido.

Alguém cogitar a troca de comando neste momento é algo insano. Contratar mais jogadores agora é desnecessário, mas é preciso usar melhor esse elenco. Dá pra melhorar muito. Tem que melhorar!

Na entrevista coletiva desta terça-feira, o zagueiro Luan defendeu o Felipão e ressaltou a força do elenco apesar da pressão. Resta agora o grupo dar uma resposta também dentro de campo, na Libertadores. 

Mais futebol e menos choradeira. Acabou a pré-temporada, senhores. Ou não?

Abraço a todos!