Em entrevista coletiva, Alexandre Mattos blinda Cuca e o elenco

Fiquei aliviado quando soube que o Alexandre Mattos falaria hoje com a imprensa, no lugar do Cuca. O treinador já havia falado (até demais) na quarta-feira e o momento exigia alguém da diretoria na frente do microfone. Como o presidente está de férias, algo que nem o próprio Mattos conseguiu explicar bem, sobrou para o diretor de futebol.

Ao contrário de alguns fofoqueiros que insistem em tumultuar o inútil clube social, Alexandre Mattos provou que merece estar à frente do departamento de futebol. Ele não pipocou e, principalmente, mostrou que conhece tudo sobre o departamento que dirige.

Claro que ele comete erros, ele inclusive assumiu alguns deles, mas o Alexandre acerta muito mais do que erra.

Foi um grande acerto assumir a responsabilidade  e blindar o técnico Cuca. O treinador realmente não teve ainda tempo de trabalhar (falei sobre isso no post anterior), mas não pode ser o único responsável pelo momento ruim da equipe. O mesmo vale para o atacante Miguel Borja, que mereceu uma defesa especial do Alexandre Mattos.

A repentina saída do Cuca, no final do ano passado, destruiu o planejamento para essa temporada. Agora, temos que consertar isso disputando três competições ao mesmo tempo e com essa eterna dificuldade de achar o time ideal.

Mattos também acertou ao anunciar o fim do ciclo de contratações. Deyverson foi o último a chegar. Todo mundo espera o tempo todo que o Palmeiras contrate mais atletas para resolver os seus problemas. Não é assim e não será assim. Cuca tem que ser virar com o que tem mas, para mim, ainda faltam dois laterais.

Também gostei da resposta que ele deu, com muita educação, ao especialistas em Série B, que no início dos anos 2000 jogaram o clube num buraco tão profundo que só conseguiu sair agora, coincidentemente depois da chegada do Alexandre Mattos.

Enfim, espero que a entrevista sirva para acalmar os ânimos. O Palmeiras segue vivo na Copa Libertadores e na Copa do Brasil e o elenco precisa de tranquilidade para trabalhar. Mais trabalho e menos Instagram. Vamos em frente…

Abraço a todos!