Em Cochabamba, Palmeiras busca a classificação para a próxima fase

O Palmeiras volta a atuar hoje na Copa Libertadores. Nosso adversário será o Jorge Wilstermann, que atualmente ocupa a terceira colocação do Grupo 5.

Com a vitória do Atl. Tucumán sobre o Peñarol, o nojento time uruguaio foi eliminado, e os argentinos pularam para a segunda colocação. Com isso, os bolivianos precisam vencer hoje para retomar a vice-liderança do grupo. É bem provável que a pressão no início da partida seja muito forte sobre o Palmeiras.

Além disso, o time boliviano ainda conta com a altitude de Cochabamba, cidade que está a 2750m do nível do mar. Não são os 3640m de La Paz, mas já é diferente do que atuar no Allianz Parque.

Não poderemos contar com o volante Felipe Melo, suspenso preventivamente pela Conmebol, e nem com os veteranos Edu Dracena e Zé Roberto. Com isso, teremos o retorno de Vitor Hugo ao time titular e uma novidade na lateral-esquerda: o polivalente Michel Bastos, que fez um ótimo segundo tempo atuando neste setor, contra o o eliminado Peñarol.

Outra possível novidade é a presença de Willian Bigode no comando do ataque. Tudo bem que ele não é e nunca foi centroavante, mas está em boa fase e é uma boa opção para substituir o colombiano.

O provável time que vai a campo é o seguinte: Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos; Róger Guedes, Tchê Tchê, Guerra e Dudu; Willian Bigode (Borja).

O melhor pós-jogo de Jorge Wilstermann x Peñarol você acompanha aqui no Clube Mondo Verde.

Abraço a todos!