Em alta, Allione quer ser titular contra o Vasco

Depois da merecida folga, o elenco do Palmeiras voltou aos treinamentos hoje, na Academia de futebol. A principal novidade foi o volante Gabriel, que voltou a correr no gramado depois sofrer uma lesão em agosto.

Além de Gabriel, quem também brilhou hoje foi o meia Allione. O argentino concedeu uma rara entrevista coletiva e conversou sobre o jogo de domingo, contra o Vasco, onde o ele deve começar a partida entre os titulares, no lugar de Dudu.

“Graças a Deus, eu estou tendo mais oportunidades. Acredito que estou aproveitando este momento que o treinador está me dando, e espero ter uma continuidade ainda maior. Agora, com a suspensão do Dudu, talvez eu comece jogando. Trabalharei durante a semana para começar jogando, pois eu quero jogar”, declarou Allione.

Se não for titular contra o Santos nas finais da Copa do Brasil, Allione deve ser a primeira opção para o ataque no banco de reservas. Rápido, com habilidade e vontade de crescer na carreira, ele pode mudar o desenho tático da equipe.

Acredito no futebol do Allione e sei que ele pode ser decisivo para o Palmeiras.

******

Semana sem jogos de clubes brasileiros é também quando a fofoca ganha força no mundo do futebol. Muitos clubes já estão cumprindo tabela no Brasileirão e os atletas já buscam uma nova colocação para a próxima temporada. Não é o caso do Palmeiras.

Vamos disputar jogos importantes no Brasileirão para a preparação do time para a Copa do Brasil. Além disso, as finais que serão disputadas no final deste mês e no começo de dezembro são um campeonato a parte. O resultado dessas partidas define também o tipo de investimento que será feito para o próximo ano.

Há muita coisa em jogo para perdemos tempo com notícias sobre “listas de dispensa”, “reforços”, etc…NÃO É HORA PRA ESSE TIPO DE COISA!

Todos já sabem do que precisamos para 2016 e isso será discutido à exaustão DEPOIS das finais da Copa do Brasil. Ficar falando sobre isso antes, é como dar um tiro de canhão no Allianz Parque e no seu próprio pé.

Abraço a todos!