Elenco “inchado” fez a diferença no primeiro teste do ano

Não dá pra dizer que foi um jogo. Como já era esperado, foi apenas um teste onde as equipes se pouparam muito durante os primeiros 45 minutos e só partiram mesmo para o pau na segunda etapa.

O time que começou jogando era muito parecido com aquele que disputou o Brasileirão. Os problemas também.

A principal bronca do treinador durante os treinos em Itu era com relação a saída de jogo. E vimos isso logo de cara, pois os volantes não se apresentavam para o jogo e os zagueiros ficaram vendidos mais uma vez.

Ponto positivo para o experiente Edu Dracena que não comprometeu, mesmo jogando ao lado do péssimo Leandro Almeida, cuja contratação foi um dos principais erros desta gestão.

A ordem do treinador é evitar o chutão, mas tocar pro lado e jogar o companheiro na fogueira não é uma boa alternativa.

Com as alterações feitas no segundo tempo, o time melhorou muito. O Erik entrou no lugar do Gabriel Jesus e deve seguir entre os titulares. Embora o Gabriel seja um grande talento, o Erik parece estar mais pronto para ser titular no Palmeiras hoje. E acredito que o Gabriel Jesus vai render muito mais quando entrar no decorrer das partidas.

Conversei com o Moisés no dia da apresentação dele. Ele me contou que o Palmeiras era a oportunidade da vida dele e ele faria o máximo para não deixar passar em branco.

Confesso que não fazia ideia do potencial dele, mas ele já se mostra como uma boa opção para o meio campo. Arouca e Robinho são ótimos jogadores, mas precisam jogar mais se querem seguir como titulares em 2016.

O Palmeiras talvez seja o único time do mundo onde a contratação de reforços é vista como um problema. O que mais ouvimos nos últimos dias foram comentários sobre um “elenco inchado”.

Pois é, são justamente esses reforços que fizeram a diferença ontem. Os titulares agora têm que se preocupar com a concorrência sadia que existe em várias posições e isso é positivo para o clube.

Um elenco qualificado só é mesmo um problema para quem torce contra…e continuará sendo. E ainda tem o Jean pra estrear neste sábado, contra o Nacional.

Abraço a todos!