Assembleia Geral: mais um passo rumo à Democracia

diretas_ja_palmeiras


Hoje, os sócios do Palmeiras vão comparecer ao clube para votar na Assembleia Geral Extraordinária, que começa às 10 da manhã e vai até às 19 horas.

Os sócios que comparecerem, ao menos 10% devem estar presentes para que a votação seja válida, vão decidir sobre vários assuntos como:

– A alteração da data das eleições presidenciais

– O tal do filtro para a escolha dos candidatos a presidência

– Eleições diretas para sócios para a escolha do presidente

Sobre a alteração da data das eleições, não há o que questionar. Se a antecipação for aprovada, a posse da diretoria eleita (presidente e vice-presidentes) ocorrerá no dia 15 de dezembro ou cinco dias após a realização da última partida do ano.

Portanto, chega de eleições em janeiro. Este será o último pleito nesta época conturbada, espero eu.

Já o filtro é tema para simpósio. O tal filtro consiste na aprovação obrigatória dos candidatos pelo conselho antes da efetivação das chapas.

Se o filtro for alto demais, o Conselho vai continuar dando as cartas no clube, o que é péssimo.

Se for nulo, ou seja,  se qualquer um puder ser candidato sem aprovação existe o risco de candidatos no estilo “Levi Fidelix” entrarem na disputa só para negociar cargos depois.

Sinceramente, prefiro correr esse risco a deixar tudo como está.

Sobre as eleições diretas para sócios do clube, não há o que discutir, será uma vitória que merece comemoração.

Porém, trata-se apenas de mais um passo no longo caminho até a total democratização do Palmeiras através do voto do sócio-torcedor, que é quem paga as contas do antiquado clube social.

Todos nós aguardamos ansiosamente pelo fim da troca de cargos por votos, prática retratada no curta-metragem produzido pelo Matheus Braga e que tem o sugestivo nome de “Malavita”. Confira abaixo:

Após a Assembleia, comentaremos os resultados por aqui.

Abraço a todos!!!