Edmundo marca dois e humilha time da marginal

animal_corpal2.jpgEu sabia, ninguém me contou, mas algo me dizia. O Palmeiras goleia o Corinthians  por 3 a 0, afunda o rival, e arranca para as semifinais do Campeonato  Paulista, com grandes atuações de Valdívia “El Chuca”, Martinez, e do animal  Edmundo.  

O jogo começou tenso, nervoso, com a primeira chance de gol surgindo apenas  aos 10 min nos pés de Valdívia. Mas, 11 minutos depois, depois de uma bela  jogada e Martinez, o chileno cruzou para o animal matar no peito, fazer com que a bola deslize até o seu pé, e sem deixar a bola encostar no chão, mandou no cantinho do gol e abriu o placar, deixando a sua marca de craque no clássico.    

Aos 38 min, o chileno driblou dois dos zagueiros adversários e tentou  acertar a meta do goleiro alvinegro, a bola resvalou no “zagueiro” Gustavo e  sobrou para o gênio Edmundo, que dentro da área cruzou para o Osmar “cambalhota” fazer o seu gol. Palmeiras 2 x 0.    

No segundo tempo, parecia que Caio Jr. tinha voltado com o time um pouco atrás. Mas não, o Palmeiras continuava controlando o meio campo, atacando bem com os laterais, e criava ótimas chances nos contra-ataques. Numa jogada genial, Valdívia quase deixou Edmundo sozinho frente ao gol do goleiro Jean, mas o auxiliar marcou um impedimento absurdo sendo que o animal ainda estava no nosso campo.   

Aos 37 minutos, num contra-ataque fulminante pela direita o atacante  Cristiano (que havia entrado no lugar de Valdívia) cruzou para Edmundo que marcou outro golaço e decretou o placar final: 3 a 0. O golpe de misericórdia poderia ter saído dos pés de Cristiano que fez uma linda jogada, uma bicicleta que foi bem defendida pelo goleiro adversário.

Leão tarja preta saiu humilhado. Caio Jr. saiu exaltado, Edmundo mostrou mais uma vez que é um craque, e o Palmeiras ganha confiança para chegar com tudo às finais da competição. Mais informações sobre o jogo, na edição de amanhã da Rádio Mondo Palmeiras.

Confiram a galeria de fotos do clássico (ao lado), enviadas pela Flávia Camargo. Obrigado pelas imagens maravilhosas do show!