Dudu recusa proposta chinesa e fica pra virar ídolo de vez

Acabou o “mercado da bola”? Longe disso. Depois de retornar ao clube a pedido do Roger Machado, o meia Allione acabou desanimando com a chegada do Gustavo Scarpa e nem foi inscrito para o Paulistão.

O argentino está de malas prontas para Salvador. Ele deve ser emprestado novamente para o Bahia, onde fez um bom Brasileirão na última temporada. O Racing também tentou contratar o atleta, mas não houve acordo. Boa sorte!

Já o “pequeno gigante” Dudu deu mais um passo importante para virar ídolo no Palmeiras. Ele recusou uma proposta excepcional do futebol chinês e continuará no Palmeiras, pelo menos até a próxima janela de transferência.

“Falei para o pessoal da China que não ia dar, que tenho meus objetivos ainda aqui no Palmeiras. Foi a quarta vez que tentaram me levar. E sou muito novo, tenho só 26 anos. Quem sabe no futuro a gente volte a conversar. Era muito dinheiro, mas como disse, aqui no Palmeiras estou feliz”, afirmou Dudu.

Até quem não gosta de futebol sabe que isso é muito raro nos dias de hoje. O atleta coloca a grana acima de tudo e não tem identificação com nenhum clube. Por isso, essa atitude do Dudu deve ser louvada e lembrada por todos, até mesmo pelos imbecis que vão na rede social do atleta pra encher o saco do cara.

Aquele chapéu do Alexandre Mattos na contratação do Dudu fez com que ele virasse um símbolo da reconstrução da imagem do clube, que se iniciou em 2015. Foi um cartão de visitas para mostrar aos rivais que o Palmeiras não estava pra brincadeira.

Além de tudo isso, o Dudu joga muito! O “pequeno gigante” é rápido, vai pra cima dos zagueiros, não tem medo de cara feia e já marcou 41 gols com a camisa do Palmeiras. Muitos deles decisivos para os dois títulos que ele conquistou por aqui.

Parabéns, Palmeiras! Parabéns, Dudu!