Dudu dá show e Palmeiras vence o Botafogo em Ribeirão Preto

Meu Deus! Parecia que esse dia nunca ia chegar e não era nada de tão importante assim. A ansiedade para essa estreia do Palmeiras no Paulistão 2016 era enorme!

Como já era esperada, também foi grande a cobrança sobre os atletas que ainda estão jogando num ritmo de pré-temporada. O atacante Alecsandro, que realmente não fez nada até agora no Palmeiras, saiu vaiado pela torcida no final do primeiro tempo.

O primeiro tempo da partida contra o Botafogo realmente foi pra esquecer. Gabriel Jesus perdeu mais um gol feito logo no primeiro minuto e depois disso, várias chances foram desperdiçadas. Continuo achando que o banco de reservas para ele seria uma boa para ele neste momento.

Embora tenha dado um belo cruzamento para o gol de Alecsandro, o Lucas continua muito mal seja na cobertura quanto no apoio.

Se a ideia é diminuir os “chutões”, o técnico Marcelo Oliveira ainda terá muito trabalho, mas fica evidente a cada partida que essa é uma preocupação dos atletas que tentam, muitas vezes sem sucesso, sair tocando a bola.

Em meio as vaias, o próprio Alecsandro citou isso. Falta criatividade e uma aproximação maior entre defensores, meias e atacantes para que o Palmeiras possa chegar em poucos toques ao gol do adversário.

Falta explorar mais a velocidade do excelente Dudu, por exemplo.

Quando teve mais espaço para jogar pelo lado esquerdo, após o primeiro gol palmeirense, ele arrebentou com os zagueiros do Botafogo e ainda marcou um lindo gol no final.

Nem sempre, porém, o Dudu tem essa liberdade toda. Até abrir o placar, os adversários adotam uma postura mais defensiva e cabe aos volantes/meias quebrarem essa barreira para que a bola chegue ao ataque.

Não adianta jogar toda a responsabilidade em cima doRobinho, que por sinal fez a jogada mais emblemática da partida e nem muito menos ficar pedindo a contratação do “meia clássico” que não existe mais no futebol.

Outra coisa que acabou dificultando a saída de bola do Palmeiras foi a escalação de Thiago Santos no lugar de Matheus Sales. Por favor, M.O! O Thiago Santos é um volante pra destruir, que tem que entrar contra um adversário mais difícil ou numa encrenca (quando estivermos com um a menos, por exemplo).

O Matheus Sales fez uma ótima pré-temporada e, além de marcar/desarmar bem, ainda pode sair jogando com muito mais propriedade. Tem que continuar como titular, mas se o treinador planeja “rodar” o elenco no Paulistão, precisamos ter mais paciência…

Enfim, ainda estamos nos preparando para o que vem por aí. Vitórias como esta dão a tranquilidade necessária para esse time que ainda vai nos dar muitas alegrias.

Abraço a todos!

          Quem é palmeirense de verdade segue o blog no Twitter e Facebook.