Dude, where´s my Palmeiras?

O Palmeiras empatou novamente com um time que está à beira do rebaixamento. Mais uma vez, não mostra um futebol convincente,e nem equilíbrio emocional. Pior ainda, alguns jogadores já não demonstram mais o “tesão” de jogar futebol, ainda mais no Palmeiras.

A diretoria de futebol se mostra perdida, sem rumo.Isso me lembra um filme horrível que assisti há algum tempo, numa daquelas noites de insônia, “Dude, Where’s My Car?” com o “queridinho” do Twitter, o tal Ashton Kutcher.

Aliás, o tal ator, depois da série “That 70´s Show” nunca mais fez nada que preste, se bem que hoje em dia é o marido da Demi Moore, e isso não é pouca coisa.

Mas voltando ao filme ridículo, é a história de dois caras, que um dia, após uma balada, acordam chapados, e descobrem que o carro deles sumiu.

Daí eles saem à procura desse carro, que contém presentes pras namoradas deles, e encontram uma seita que adora homens espaciais, vivem enrolados em plástico bolha, enfrentam ETs e uma mulher gigante.

Difícil dizer quem estava mais chapado: os atores ou os roteiristas desse filme péssimo. Mas daí vocês vão me perguntar: Mondo Palmeiras agora virou Mondo Cine? Não, não virou. É que por conta das trapalhadas da nossa gloriosa diretoria de futebol, eu sinto que faço parte desse filme, e pior, ele nunca termina!

Ás vezes, parece que alguns diretores do clube estão tão perdidos quanto os personagens do filme. É uma trapalhada atrás da outra, e quem é gozado nas ruas, somos nós, eu e você, torcedores do Palmeiras.

Não achamos graça nenhuma nesse filme, que se repete insistentemente desde que a Parmalat saiu, e entregou a gestão de futebol pros mesmos que lá estavam, antes da chegada da mesma em 92.

Parece um filme colocado no mode “repeat” do DVD player, com aquele gosto de “não quero mais”. Isso me leva a crer que em algum lugar do passado, já houve vida inteligente entre os dirigentes do clube.

Tenho me sentido o Ashton Kutcher, porém, sem a grana dele e nem a Demi Moore em casa. Espero que esses jogadores não coloquem a Copa do Brasil a perder.

Por isso, todo dia eu acordo e me pergunto:”- Dude, where´s my Palmeiras?”


uol_logoClique aqui para ouvir a Rádio Mondo Palmeiras – Edição 172.