Diretoria prometia uma mudança de rumos e contrata VL

Não tenho nada contra o Vanderlei Luxemburgo. Confesso que ficava até emocionado quando ficava perto dele, é um dos maiores campeões da história do clube. Cansei de comemorar títulos com ele nos anos 90. É um gigante. 

Acredito que ele pode fazer um bom trabalho aqui e que ele sabe muito de futebol. Torço muito para que dê certo e que ele fique pelo menos metade do período do seu novo contrato com o Palmeiras. Dois anos é o prazo simbólico.

Macaco velho e malandro, ele vai saber se encaixar no tipo de perfil que os jogadores esperam de um treinador hoje. Não tenho dúvidas quanto isso. Ele deu mostras no Vasco da sua capacidade de adaptação ao “futebol moderno”

O que eu não consigo entender é falta de coerência desta diretoria. Depois das demissões de Alexandre Mattos e Mano Menezes, o presidente Maurício Galiotte prometeu uma mudança de rumos no futebol do clube. Parecia que um treinador estrangeiro, com novas ideias e uma nova forma de ver o futebol estava a caminho. 

Tentaram buscar isso com o Sampaoli e não deu certo. Logo em seguida, abandonaram tudo e partiram para contratar um velho conhecido dos conselheiros e palpiteiros do clube social. Os mesmos que, de alguma forma, vão ajudar a “nova diretoria” a gerir o futebol do clube através do tal comitê gestor. Não saíram da zona de conforto.

Desculpem, mas isso tudo é um retrocesso enorme para quem arrotava vanguardismo até bem pouco tempo. E o querido Luxemburgo vai acabar fazendo parte disso, não há como negar. Bem, nós não temos como torcer contra e não vamos torcer mesmo. 

Seja muito bem vindo para esse novo pojeto, pofessô. 

Abraço a todos!