Diretoria e jogadores revoltados com a arbitragem

Um jogo lazarento. Uma arbitragem pior ainda. Foi isso o que vimos ontem na derrota do Palmeiras frente ao time de Hélio de Los Angeles, na noite de ontem.

Um pênalti absurdo. Um segundo gol irregular. E mais três pontos do Palmeiras foram para o espaço. Um dois mais revoltados com a situação que é recorrente nos jogos do Verdão era o gerente de futebol, Toninho Cecílio:  “Outro erro contra o Palmeiras. Da mesma forma que nós somos exigidos, eu vou cobrar a arbitragem. Eles também devem assumir a responsabilidade. Quinze milhões de torcedores cobram quando o time vai mal, quando a diretoria não acerta na contratação ou um jogador perde um pênalti.”, disse ele.

Apesar do tom das reclamações, Toninho deixou claro que não crê que haja um complô contra o clube:  “A diretoria do Palmeiras jamais falou em premeditação, mas tenho a obrigação de defender as nossas cores. Aqui somos exigidos, quando o centroavante perde gol e falha, nós o cobramos. Vamos cobrar em cima, vamos cobrar igual dos árbitros. Eles precisam se qualificar, ter atenção, se preparar melhor.”, afirmou o cartola e ex-jogador palmeirense.

Nem sei o que acrescentar já que sempre tocamos no assunto por aqui, e pouca coisa é feita na prática para solucionar o problema.

O que nós, torcedores, podemos fazer ?

uol_logoClique aqui para ouvir Mondo Palmeiras no UOL Mais (link alternativo).