Diego Cavallieri, a maior revelação do gol desde Marcos?

Quem tem acompanhado os jogos deste chatíssimo campeonato brasileiro de 2006, já deve ter reparado nas grandes atuações de um jovem goleiro do Palmeiras, de nome Diego Cavallieri. O garoto vem fechando o gol há vários jogos, desde que se tornou titular da meta alviverde, após a contusão do Marcos há dois meses. E sem dúvida nenhuma, Diego é a grande revelação do gol no futebol brasileiro dos últimos tempos. E porque eu disse que desde Marcos não tínhamos um grande nome no gol do futebol brazuca? Porque tivemos goleiros apenas medianos, sendo chamados de grandes pelos apressadinhos da imprensa, que não entendem nada da posição.

Gomes, ex-guarda metas do Cruzeiro, hoje na Europa e até na seleção, é apenas um goleiro mediano que não inspira muita confiança. Julio César, hoje na Itália, é irregular, e só está na seleção porque, dizem as más línguas, seu empresário é filho do Zagallo. Diego, ex-Atlético Paranaense e hoje reserva do Fluminense, até que começou bem e foi ajudado por Milton Neves, que não parava de falar nele. Só que na final da Libertadores de 2005, tomou quatro gols do time do São Paulo, sendo que três eram defensáveis, e ali enterrou sua carreira. Já quiseram até inventar o tal de Edson Bastos, que jogava no Figueirense, mas que também já sumiu, assim como Doni, o horrível goleiro do Corinthians e hoje na Europa, não sei como.

Tentaram também falar de Fábio Costa, que de todas as ultimas revelações pós Marcos seria até o melhor, mas seu comportamento não inspira confiança. Ao contrário de Diego Cavallieri, que tem demonstrado muita calma, nervos de aço para jogar numa defesa em que atua Alceu, e também senso de autocritica, além de muita sorte, indispensável para qualquer jogador da posição. Nos anos 90, tivemos vários bons goleiros surgindo, tais como Velloso, Sérgio, Ronaldo, Rogério Ceni e o próprio Marcos. Mas desde o nosso santo das traves, não havia ainda aparecido um que fosse regular e de real futuro, como Diego Cavallieri (o Jack Johnson do Parque Antarctica), o que só comprova que nosso amado Palmeiras é uma fabrica de grandes goleiros, que vem desde Oberdan Cattani, passando por Leão, Velloso, Marcos e agora, Diego. È o que eu sempre digo: se formássemos grandes jogadores na linha, como formamos goleiros, o Palmeiras seria campeão todo ano!