Desde que eu sou criança, eu vejo invasão no Pacaembu!

chamada_27.gif

raul21.jpgBom dia, boa tarde, boa noite, palmeiristas do Brasil e do mundo! Essa frase que dá título a este texto, me veio à cabeça após os ridículos acontecimentos presenciados na última quinta feira no Pacaembu (tais como invasão de campo e agressão a varias pessoas, inclusive uma repórter, além do capitão bundinha junior), quando da derrota vexatória do time da marginal para o nautico de baiano, Marcel surfistinha e glugleguer! E que atitude tomaram com relação a essas invasões de campo por parte da torcida da marginal, desde a década de 70, quando eu era criança e essas invasões já aconteciam, até hoje? Nenhuma! Isso mesmo, nada, zero, niente!

Eles tem salvo-conduto pra bater em mulher, criança, jornalista, jogador, policial e não serem punidos, nem sequer advertidos. Se apropriaram de um estádio que não é deles, se apropriaram dos veículos de comunicação, se apropriaram dos termos : “fiel, nação, religião, estado dentro de um Estado, maloqueiros, sofredores” , enfim, são os maiorais! Ninguém é mais fanático que eles, ninguém torce mais que eles, ninguém sofre mais que eles, só o time deles é diferente, são a única “torcida que tem um time”, não um “time que tem uma torcida”, etc.

Todas essas baboseiras acima são só pra esconder a real sobre eles: um time ridículo, que ficou anos sem ganhar nada, e que percebendo que a sua torcida iria acabar, cronistas esportivos corintianos, quando o time era chamado de “faz-me-rir” nos anos 60, trataram de inventar esses termos patéticos, para que a torcida e o time não desaparecessem! E o pior, muitos até hoje (inclusive pessoas da imprenssinha!) ainda acreditam nessas lorotas! Essa é a real sobre esse time! Acredite nessas baboseiras do tipo “camisa que é segunda pele, time que é religião”, quem for sem noção e estúpido, e desconfie quem for inteligente e sensato! Eu, sinceramente, fico com a segunda opção!