Derby termina empatado em noite de Cássio

Bem-vindo ao dia da marmota? Hoje, não! Se o primeiro tempo do Derby jogado neste frio domingo (4) em Itaquera lembrou em muito outras partidas recentes entre Palmeiras e Corinthians, com o time da casa fazendo seu gol logo de cara, desta vez o Verdão não só empatou como por muito pouco não conseguiu a virada que busca desde junho de 2018. Foi o primeiro empate entre os grandes rivais do futebol paulista desde 2015, e um jogo com emoção, muitas bolas paradas e  muitas faltas. O Palmeiras continua em segundo lugar no Brasileirão, a 4 pontos do Santos.

O início do jogo teve o Palmeiras melhor, quase marcando aos 8 minutos, quando William fez um bom cruzamento que Cássio espalmou muito bem. Aí, aos 12 minutos, Diogo Barbosa faz uma falta boba. Sornoza cobra e o zagueiro Manoel cabeceia, vencendo o nosso lateral-esquerdo e abrindo o marcador. Pronto. O time alviverde simplesmente desapareceu em campo, e o que se viu a partir daí foi um time só em campo.

Aos 14 minutos, por exemplo, Clayson chutou e quase marca. aos 20 minutos, arremate de Junior Urso foi defendido por Weverton em dois tempos, em lance que assustou ao torcedor palmeirense. Aos 26 minutos, o nosso goleiro desvia bem a bola em cobrança de falta. Sornoza tentaria mais duas vezes em cobranças de falta, uma aos 42 minutos na base do cruzamento e outra aos 46 minutos arrematando, e em ambas Weverton se saiu bem.

A segunda etapa veio, e aos 3 minutos surge o gol salvador. Após uma cobrança de falta, Deyverson recebe pelo setor esquerdo do nosso ataque e cruza com precisão. Felipe Melo entrou no meio da defesa alvinegra e cabeceou com força, sem chance para  Cássio. O roteiro sempre igual enfim se altera!

O Corinthians passou a tentar mais o ataque, mas em lances não tão efetivos, como os de Pedrinho aos 8 e 9 minutos, por exemplo, ou quando aos 19 minutos Clayson chega atrasado em lançamento e Weverton defende bem. Aos 28 minutos, Gustavo Gómez tenta cabecear, desvia a bola com o ombro e obriga o goleiro adversário a fazer defesa salvadora, com Luan aproveitando o rebote e exigindo outra defesa de Cássio.

O time de Itaquera conseguiu várias bolas paradas, mas não as soube aproveitar, pois a zaga alviverde se mostrou mais atenta. Seu lance de maior perigo ocorreu aos 39 minutos, quando Danilo Avelar chutou forte para ótima defesa de Weverton. A bola do jogo ocorreu aos 48 minutos, quando Deyverson cabeceou bem e exigiu uma defesa de Cássio que valeu o empate para eles.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 7,5- Não teve culpa no gol e fez boas defesas

Marcos Rocha- 5,5- Errou passes e não estava muito bem na marcação e apoio ao ataque

Gustavo Gómez- 6,0- Ainda abaixo do que sabe, mas melhor do que nos jogos mais recentes

Luan- 6,5- Um pouco melhor e mais seguro que seu colega de zaga

Diogo Barbosa- 4,0- Um primeiro tempo terrível, com direito a fazer a falta que originou o gol alvinegro e a falhar no mesmo lance, deixando Manoel cabecear. Melhorou um fiapinho no segundo tempo.

Felipe Melo- 8,0- Lutou muito o jogo todo, e marcou um golaço de cabeça. Saiu aos 40 minutos do segundo tempo para a entrada de Thiago Santos-5,0, que ajudou a garantir o empate

Bruno Henrique- 5,5- Bastante apagado.

Raphael Veiga- 3,5- Não foi visto em campo. Saiu no intervalo substituído por Gustavo Scarpa-5,5, que embora discreto foi melhor do que o colega, embora tenha perdido um lance importante no finalzinho da partida que poderia ter nos valido a virada.

Dudu- 5,0- Discreto, não ganhou praticamente nenhuma jogada no mano a mano, sua marca registrada

Willian- 4,0- Ainda está fora de jogo, e a apatia do time no primeiro tempo o atrapalhou. Saiu aos 17 minutos do segundo tempo para a entrada de Zé Rafael-5,0, que foi um pouco melhor, embora não muito

Deyverson-6,5- Ficou umas mil vezes impedido, mas deu a assistência para o gol de empate e teria feito o da virada, não fosse a jornada iluminada de Cássio.