Agora é oficial: Denílson joga no Verdão em 2008

Após um namoro que durou semanas, o Palmeiras acaba de anunciar o acerto com Denílson, que vinha treinando na Academia de Futebol do Palmeiras. Os valores do contrato ainda não foram revelados, mas seu prazo de duração, sim: um ano.

Denílson de Oliveira Araújo nasceu em Diadema (SP) em 24 de agosto de 1977. Ele despontou para o futebol em 1994, aos 17 anos, jogando no São Paulo ainda nos tempos de Telê Santana. Convocado para a Seleção Brasileira pela primeira vez em 1996, disputou as copas do mundo de 1998 e 2002, quando conseguimos um vice-campeonato e um título.

 Em 1998, ele foi vendido para o Betis, da Espanha, pelo valor de 40,5 milhões de dólares, recorde na época. Ironicamente, a equipe do Jardim Leonor, demonstrando sua ingratidão a quem lhe deu títulos e tanto dinheiro de retorno, recusou-se a ceder suas instalações para que Denílson treinasse em 2007, alegando que o jogador poderia desagregar o elenco, nas palavras de seu diretor de futebol.

 Assim, o Palmeiras abriu as portas para o atleta, que recuperou a forma por aqui no ano passado antes de jogar no americano Dallas, e vinha fazendo o mesmo agora. Quem vem acompanhando os treinos do Verdão diz que o jogador está na ponta dos cascos, e poderá ser muito útil. Os que o consideram baladeiro e desagregador devem se lembrar de que Denílson teve como comandante Luiz Felipe Scolari em 2002, treinador que não tolera jogadores irresponsáveis.

Vanderlei Luxemburgo é da mesma política, e se o aceitou, é porque sabe o que fará com o mesmo, e também como conduzi-lo. Seja bem-vindo, canhotinha!