Decisão polêmica do VAR tira vitória do Palmeiras em Porto Alegre

Aconteceu de novo. Em decisão no mínimo polêmica gerada por uma interpretação absurda do VAR, o Palmeiras teve um gol anulado aos 40 minutos do segundo tempo. A alegação é de que Willian teria colocado a mão na bola antes da finalização de Bruno Henrique. No entanto, o que houve mesmo foi o jogador do Inter não só fazendo uma falta em Willian, como o atleta colorado, sim, tocando a mão na bola. O infrator foi beneficiado. Dá pra encarar? Resultado: Inter 1×1 Palmeiras, que permanece na cola do Flamengo no Brasileirão, apesar dos pesares.

Foi o desfecho para uma partida que teve o Verdão fazendo um primeiro tempo terrível, errando inúmeros passes, falhando demais em termos de marcação e não criando rigorosamente nada em termos ofensivos. O time gaúcho pressionou bastante, e aos 26 minutos Rodrigo Lindoso mandou a bola de cabeça na trave, após cobrança de falta. O gol dos gaúchos parecia iminente, e viria logo a seguir.

Aos 27 minutos, após jogada no setor esquerdo da defesa alviverde no qual Felipe Melo tomou um vareio, o cruzamento encontrou Patrick livre, que marcou de cabeça e abriu o marcador. Por sorte, o Inter deu uma freada no seu ímpeto, e não criou nenhuma outra chance mais aguda de gol.

Com outra postura e Willian na vaga de Hyoran, o Palmeiras foi aos poucos dominando as ações, e aos 12 minutos empatou a partida, com Willian acertando um chute lindo após desvio da zaga colorada em cruzamento de Marcos Rocha. Aos 20 minutos, quase veio o segundo gol, com Vitor Hugo cabeceando forte cruzamento de Lucas Lima e Marcelo Lomba fazendo uma importante defesa.

Sem conseguir atacar de forma decisiva, o Inter foi sendo acuado pelo Palmeiras, e aos 40 minutos, um contra-ataque mortal daria a vitória ao Alviverde Imponente. Mas coube novamente à interferência do VAR a anulação de um gol legítimo alviverde, aos 40 minutos, que nos deixaria a apenas um ponto do Flamengo.

De quebra, ainda arrumaram um cartão amarelo para Mano Menezes, o terceiro que tomou no torneio, e que o deixará fora da próxima partida do Verdão, contra o Atlético-MG. Meu Deus!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 6,5- Não teve culpa no gol e fez algumas defesas importantes.

Marcos Rocha- 6,5- Falhou no gol colorado, mas participou do tento alviverde.

Gustavo Gómez- 6,0- Melhorou em relação a partidas anteriores, mas ainda precisa melhorar.

Vitor Hugo- 7,5- Mesmo quando o time estava mal, esbanjou energia e categoria, e foi ainda melhor na etapa final.

Felipe Melo- 4,0- Um primeiro tempo simplesmente horroroso, com direito a passes errados e falha feia no gol do adversário. Melhorou um pouco na etapa final.

Bruno Henrique- 6,0- Não brilhou, mas cresceu com o time, e fez o gol que seria o da vitória, se não fosse o VAR.

Gustavo Scarpa- 4,0- Um ou outro lampejo, e nada mais. Saiu aos 11 minutos do segundo tempo para a entrada de Lucas Lima-6,5, que se mostrou muito mais presente e ajudou na melhora do time.

Dudu- 6,5- Melhorou no segundo tempo e ajudou na reação alviverde.

Hyoran- 4,0- Tímido e sem iniciativa. Saiu no intervalo para a entrada de Willian-7,5, que fez o gol do empate e se mostrou decisivo para o crescimento de sua equipe.

Luiz Adriano -4,0- Passou despercebido na partida. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo para a entrada de Borja-5,0, que também não brilhou mais foi um fiapinho melhor.