DATAFOLHA aponta a torcida do Palmeiras como a quarta maior do País

Toda vez é a mesma coisa. Sai o resultado de uma pesquisa sobre torcidas e todos começam a debater o método utilizado, o instituto de pesquisas que realizou o estudo, etc. Bem, quase nada mudou do que nós já vimos antes nestas pesquisas. 

O Flamengo (20%), nenhuma surpresa, segue em primeiro lugar. O time do estádio de Itaquera ocupa a segunda posição (14%). O SPFC está em terceiro lugar (8%) e o Palmeiras logo em seguida com 6%

Bem, o que faltou foi apurar como cada clube trabalha a sua base de torcedores e a relação entre cada clube/torcida. De nada adianta ter tanta gente torcendo por um time se poucos vão ao estádio, compram camisas, acompanham a equipe pelo País, etc. Chamam isso de engajamento. 

Se o engajamento das torcidas fosse medido, e não apenas por número de seguidores em redes sociais, a torcida do Palmeiras certamente ocuparia as primeiras colocações. O estádio está sempre cheio (mesmo com os problemas do AVANTI), a venda de camisas sempre bate recordes e a grande torcida em outros estados sempre prestigia o time como visitante. 

Enfim, acredito que esse papo de “quem tem mais torcida” é algo secundário. De nada adianta ter muita gente se poucos acompanham (e apoiam) as iniciativas do clube. O Palmeiras está bem, mas precisa trabalhar melhor isso, principalmente quando o time joga fora do Allianz Parque. 

O que mais assustou na pesquisa foi o número de brasileiros que não acompanham futebol, principalmente aqueles que têm uma renda de um a dois salários mínimos. 20% não torcem pra time nenhum. Acredito que a fatia seja ainda maior, pois é cada vez mais caro assistir aos jogos nos estádios e sem TV a cabo o torcedor tem acesso a poucos jogos. 

Manter em alta o interesse por futebol entre os mais carentes (e para as novas gerações) é algo que deveria estar sendo muito mais debatido do que “quem tem mais torcida”. Estádio vazio é quase garantia de futebol ruim, senhores. 

Abraço a todos!