Daniel Carvalho e Valdívia podem jogar juntos?


Por Flavio Canuto

Quando chegou ao Palmeiras, bem acima do peso, Daniel Carvalho foi recebido com desconfiança pelo torcedor palmeirense. Depois de pouco tempo, o meia fez boas partidas, marcou gols e se firmou como um dos principais atletas do elenco.

Como Valdívia também é meia de criação, além de ídolo, logo começou o debate sobre a possibilidade de ver os dois juntos em campo.

Ontem, na entrevista coletiva após o empate com o São Caetano, Felipão falou sobre o assunto:

“Eles podem jogar juntos. Só que precisamos analisar o adversário. Se for um time que não tenha muito os avanços dos laterais ou então que os volantes não avancem tanto, pode ser. Vocês sabem que a característica tanto do Daniel como do Valdivia não é de voltar para marcar o volante. E ai expõe o time e abre para o adversário. Se achar interessantes vamos colocar sim, mas se foi nos dar prejuízo não vamos arriscar”, disse o treinador.

Todos sabem que uma das principais características do treinador palmeirense, o segundo que mais comandou o time em toda a história, é a teimosia.

Ou seja, quanto mais ficarem falando para ele sobre esse isso, menor será a possibilidade de os dois talentosos meias jogarem juntos.

E outra, quem vai sair para a entrada de mais um meia? Marcos Assunção? Duvido.

Sou a favor de fazer um teste contra um adversário mais fraco do Campeonato Paulista, mas acho pouco provável que isso vá acontecer.

Melhor canalizar os sopros das cornetas para que a diretoria traga um outro atacante para o restante da temporada.

Abraço a todos!