Dá pra se classificar para a final depois de fazer a pior partida do ano?

O Palmeiras fez uma péssima partida em Campinas neste domingo. Faltou tudo, mas principalmente atitude para enfrentar a Ponte Preta. Essa não é a primeira vez que o Palmeiras entra em campo nesta temporada achando que já venceu a partida antes mesmo dela começar.

A Ponte Preta não chegou até a semifinal por acaso. Embora não seja um time brilhante, o time é bem arrumado e se aproveitou da pane, e da soberba palmeirense, para enfiar dois gols logo de cara e praticamente resolver a partida.

Cadê aquele espírito “guerreiro” que a equipe mostrou em outras ocasiões para reverter os resultados em situações difíceis? Não vimos nada disso em Campinas, mas ainda vimos o Zé Roberto escorregar dentro da área para dar o terceiro gol para o time da Ponte Preta. Algo incomum para um jogador dessa qualidade, mas era um sintoma do que acontecia com toda a equipe.

Bem, o que aconteceu em Campinas foi uma vergonha, mas acredito que todos assistiram até o final para ver se ainda era possível pelo menos fazer o gol de honra. Agora só nos resta olhar pra frente e cobrar para que equipe tenha uma postura completamente diferente neste sábado, no Allianz Parque.

Apesar da dificuldade que o placar de 3 a 0 impõe, nada está perdido. O Palmeiras tem mais time, terá o apoio da sua torcida e o caldeirão do Allianz Parque mais uma vez pode fazer a diferença a nosso favor.

A desorganização que vimos em Campinas não pode se repetir. O time tem que funcionar como uma coisa só e não com o ataque isolado lá na frente e a defesa lá atrás, sem nenhuma ligação entre os dois.

Dá pra corrigir isso? Claro que sim, contanto que também a ATITUDE dos atletas e comissão técnica seja outra.

Abraço a todos!