Dá mesmo pra chegar BEM em todas as competições?

Todos já sabem que o Palmeiras é outro time desde a chegada do Felipão. Goste dele ou não, você tem que admitir que ele tem feito um trabalho incrível principalmente na recuperação de alguns atletas que pareciam “caso perdido”.

Aliás, tem sido divertido observar os críticos analisando os resultados e insistindo em dizer que o treinador está “ultrapassado”. Claro que é muito bom ver um jovem profissional, comprometido com as novidades táticas e tudo mais. Mas do que adianta tudo isso se o resultado não é o esperado?

Para quem de fato torce para um clube, o que interessa é o resultado final. O gol, a vitória, a alegria na face de cada torcedor é, ou deveria ser, o maior objetivo. Suas convicções, neste momento, ficam em segundo plano.

Por falar nisso, será que dá mesmo pra chegar forte nas três competições que o Palmeiras disputa na temporada?


Esse vídeo da TV Palmeiras ilustra muito bem o que estou tentando dizer aqui

BRASILEIRÃO: A distância para o primeiro colocado ainda é grande. No entanto, temos o segundo turno inteiro pela frente e o confronto direto com atual líder (e freguês).

COPA DO BRASIL: O duelo contra o Cruzeiro deve ser acirrado. O time do Mano Menezes também tem um bom sistema defensivo e quem definir em casa terá uma grande vantagem. O sorteio dos mandos de campo será realizado nesta quarta-feira, na sede da CBF.

LIBERTADORES: A surpreendente vitória em Assunção foi ótima. O Palmeiras construiu uma vantagem significativa para a partida de volta, que será disputada na próxima semana. Claro que não estamos classificados para as quartas, mas o time entra bem mais tranquilo em campo. Tranquilidade não quer dizer desatenção.

Agora, o mais importante nisso tudo é que seja com os “titulares” ou com o time misto, o Palmeiras chega forte em todas as partidas. O treinador já arrumou o sistema defensivo e o ataque também já reagiu: até mesmo o Deyverson está jogando bem e marcando gols.

Ao contrário dos principais rivais, hoje temos quase dois times prontos para competir em alto nível e um treinador especialista em mata-mata. Pergunte aos adversários o que eles acham sobre isso.

Abraço a todos!