Compensa oferecer uma remuneração diferente ao Valdívia?

Essa é aquele tipo de notícia que jamais poderia ter vazado, mas como todo mundo já está debatendo por aí, vamos comentar aqui também.

A proposta que a diretoria preparou para o novo contrato de Valdívia é a seguinte: o atleta terá uma remuneração mensal fixa mais baixa do que recebe hoje. Além disso, o meia receberá uma polpuda bonificação a cada partida disputada.

Com isso, se ele atuar em todas as partidas oficiais do mês, ele poderá receber ainda mais do que recebe atualmente.

O grande problema são as “luvas” que o atleta pede para renovar o contrato. Virou moda agora, vários jogadores (e os seus empresários) querem ganhar uma fortuna para continuar no clube onde eles já atuam.

É um absurdo completo, mas o que é combinado não é caro. Se os clubes topam, eles recebem.

Será que vale a pena para o Palmeiras fechar um novo contrato com o atleta sob estes termos? Acredito que sim, jogou=ganha e se não jogar não recebe. Nada mais justo.

Ainda precisamos do Valdívia (os resultados em campo mostram isso), mas precisamos dele em campo. Se for pra ficar no DM, ele continua, mas não recebe. Simples assim.

*******

Hoje, em Brasília, foi assinada a MP que fala sobre a renegociação das dívidas dos clubes. Quem não cumprir o “fair play financeiro” imposto pela nova legislação pode ser rebaixado de divisão, etc…

Muito bom. Vamos falar sobre isso no “Bate-papo entre amigos” hoje a noite!

Abraço a todos!