Chegou a hora de botar a mão na massa…

O retorno do técnico Cuca foi comemorado como um título. Para muita gente, mas muita gente mesmo, o Palmeiras não conseguiria ser competitivo sem o treinador talismã no banco de reservas. Não sei se é pra tanto, mas temos que comemorar mesmo.

Pois bem, ele voltou e sabe que a cobrança será muito maior agora depois da conquista do título brasileiro e os reforços que chegaram ao elenco. Esse foi um dos assuntos abordados na sua primeira coletiva depois do seu retorno ao clube.

“Eu sai do Palmeiras no começo de dezembro, quando avisei que não ficaria por motivos pessoais. Pretendia dar uma atenção maior à minha família e dei. Não determinei um prazo de quanto tempo ficaria afastado. Na sexta-feira recebi uma ligação do Alexandre. Estava até em negociação com outro time, do mercado asiático. Se não viesse para o Palmeiras iria para lá.”, comentou Cuca.

Cuca tratou de desmentir esse boatos furados sobre PH Ganso ou Danilo Avelar no Palmeiras. Além disso, ele também ressaltou a necessidade de manter um elenco forte diante da maratona de jogos que Verdão terá que enfrentar muito em breve. Não será fácil mesmo.

O treinador também já comandou o treinamento desta tarde, conversou com os atletas e já deve ter na cabeça o time que enfrenta o Vasco no próximo domingo.

“Não tenho uma maneira de jogar. Gosto de jogar à frente, arriscando mais na frente. Não vejo que tenha muita mudança. Era sistema bom com o Eduardo, variava também. Muitas vezes, jogava até sem volante. Quando acontece alguma coisa boa, é bom para nós, treinadores.”, desconversou ele.

4-1-4-1 de volta? Claro que ele vai destruir esse esquema furado que derrubou o Eduardo Baptista e vai tentar montar novamente aquele time que foi campeão no ano passado. Precisamos ter paciência com a equipe nesse momento de ajustes e continuar apoiando o treinador da mesma forma que fizemos até aqui.

Abraço a todos!