Carlos Eduardo desencanta e Verdão vence São Paulo no Pacaembu

O Palmeiras nem precisou jogar muito para vencer o São Paulo na tarde deste sábado (16), em partida válida pelo Paulistão 2019. O adversário não conseguiu superar suas limitações atuais, enquanto a equipe alviverde conseguiu um gol em rara boa jogada, na qual Carlos Eduardo conseguiu fazer o seu primeiro gol em sua nova equipe. A vitória por 1 a 0 garantiu a classificação antecipada para as quartas-de-final do torneio, que terão início na próxima semana. Antes, na quarta-feira (20), a última partida da fase de classificação, contra a Ponte Preta.

A primeira etapa teve como marcas o esforço do time treinado por Vagner Mancini e a sonolência dos pupilos de Felipão. O Palmeiras não chutou um única bola, nem no gol, nem miseravelmente na direção do gol. Enquanto isso, nosso adversário criou algumas oportunidades de média intensidade, como uma com Antony aos 7 minutos, outra aos 13 minutos em cabeçada de Arboleda. Mas a chance real de gol, mesmo ocorreu apenas em cobrança de falta de Hernanes que Weverton desviou para escanteio, aos 19 minutos.

Ironicamente, a melhor oportunidade da etapa inicial ocorreu aos 28 minutos, com grande defesa de Weverton, mas o lance já estava invalidado, pelo fato de Pablo ter colocado a mão na bola no passe que gerou a finalização.

Com Carlos Eduardo na vaga de Borja, o Palmeiras voltou um pouquinho melhor, e criou duas boas oportunidades logo de cara, uma com Dudu arrematando bem próximo do gol e outra com Carlos Eduardo, chutando para fora após boa jogada, ambas antes de 2 minutos do segundo tempo.  O São Paulo tropeçou em sua falta de criatividade e não conseguia chegar perto da meta alviverde. Apesar disso, a cara de 0 a 0 parecia forte.

Felizmente, uma bela tabela entre Carlos Eduardo e Dudu encontrou o primeiro na entrada da área. Ele bateu forte, sem a menor chance para o goleiro Thiago Volpi, e abriu o marcador aos 34 minutos. Aí, foi o que se poderia esperar: o São Paulo tentando algo, sem a menor competência, e o Verdão gastando o tempo para garantir a vitória, com direito à entrada de Jean, marca do nosso treinador.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton-7,0– Pouco exigido, mas mostrou estar atento quando isso ocorreu.

Mayke-5,5– Regular, mas abaixo do habitual no apoio.

Antonio Carlos- 6,0– Sóbrio e sem grandes vacilos

Gustavo Gómez- 6,5– Seguro e raçudo, seu padrão habitual.

Victor Luis- 6,0– Discreto e jogando para o time.

Felipe Melo-7,0– Não brilhou, mas mostrou panca de clássico.

Moisés-5,5– Muito faltoso e abaixo do habitual no quesito passes. Saiu aos 26 minutos do segundo tempo substituído por Bruno Henrique-6,0, que ajudou a estabilizar o meio campo, mesmo sem brilhar.

Ricardo Goulart- 5,5– Abaixo do que pode fazer, com direito a perder um gol feito.

Gustavo Scarpa- 5,5– Sumido no primeiro tempo, melhorou um pouquinho no segundo.

Dudu- 7,0– Recebe essa nota pela bela tabela que resultou no gol alviverde, e pela melhora na etapa final. Saiu aos 41 minutos do segundo tempo substituído por Jean-sem nota.

Borja-3,0– Muito mal, com direito a passes errados e a um cartão amarelo bobo. Saiu no intervalo substituído por Carlos Eduardo-8,0, que ajudou a melhorar o ataque alviverde e fez um golaço.