Campeão Paulista não faz boa estréia em Curitiba

Jogando num estádio lotado, frente a uma torcida empogada com a subida do time local para a primeira divisão, o Palmeiras não fez uma boa partida e perdeu por 2 a 0 para o Coritiba.

Nos dez primeiros minutos parecia que o dono da casa era o Palestra, já que o time permanecia a maior parte do tempo no ataque, com os meias Valdívia e Diego Souza, criando várias chances para os atacantes Kléber e Alex Mineiro.

Aos 17 minutos, Martinez fez uma ótima cobrança de falta e quase abriu o placar, obrigando o goleiro Edson Bastos a fazer uma boa defesa. Depois disso, o jogo passou a ser interrompido sistematicamente por “faltinhas” que quase não eram marcadas pelo inexperiente árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro. 

O Coritiba começou a sair mais para o ataque e obrigou Marcos a fazer ótimas defesas, e mostrar que continua sendo um goleiro excepcional.

Na segunda etapa, o Coritiba veio pra cima do Palmeiras. O time sentiu a pressão, e com a ineficácia dos meias, não conseguia armar um contra ataque perigoso. O castigo veio logo aos oito minutos após uma tabela de Michael e Hugo. Inacreditável. Diego Souza foi expulso injustamente, mas sua saída não alterou muito a criatividade do meio-campo palmeirense.

Mesmo a entrada de Denílson não foi capaz de mexer nos brios da equipe, e o cenário permaneceu inalterado até o final da partida, com chutões e cruzamentos sem objetividade até tomar o segundo gol, aos 38 min.

Agora é torcer pela volta de Leo Lima, e ver como o time vai se comportar sem Diego Souza.