Camisa nova dá sorte: Verdão de novo no G4!

O Palmeiras estreou sua nova camisa de número três, em tom “verde cítrico”, e a torcida ganhou um belo presente. Com gols de Francis e Caio, a equipe de Caio Júnior venceu o Goiás por dois a zero, perante mais de 18 mil torcedores, e integra novamente o seleto grupo das equipes que disputariam a Libertadores, se o campeonato fosse encerrado agora.

Uma vitória justa, na qual a equipe alviverde mostrou ter superado os traumas gerados pelas partidas anteriores. Mais uma vez, Edmundo jogou bem, para alegria de Flávio Canuto, edmundistas e todos os torcedores palmeirenses do planeta.

Ninguém poderá criticar o ex-treinador do Paraná Clube neste jogo, pois ele escalou a equipe direitinho. Com Dininho e Gustavo na zaga, Caio na armação e Edmundo e Max no ataque, deixando Luis Henrique e Nen na reserva, a equipe se mostrou mais acertada desde os primeiros minutos, e soube pressionar o esquadrão do nada saudoso Paulo Bonamigo de forma consistente, sem sofrer praticamente nenhum assédio da mesma. O gol, justo, veio por volta dos 35 minutos, com boa conclusão a cargo do volante Francis.

Na segunda etapa, o Verdão entrou em campo mais ligado do que nunca, e graças a uma bela jogada de Edmundo, que roubou uma bola no lado esquerdo da defesa goiana e cruzou com precisão, Caio ampliou nossa vantagem.

Daí em diante, Paulo Baier, Leonardo Perninha, Élson Da Guia e sua turma até que tentaram pressionar, mas a incompetência não lhes permitiu nada, enquanto o Palmeiras poderia até ter ampliado o marcador, o que não se mostrou possível graças a grandes defesas de Harlei, eterno goleiro do Goiás.

Com a vitória, voltamos ao quarto lugar na competição. Isso, mesmo com todos os erros de arbitragens contra nós, com todas as vaciladas que o time já deu, e com todo o pessimismo de algumas alas da torcida. A próxima partida será contra o Atlético Paranaense, em Curitiba.